22 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 22º

MERCADO

Procon, AMAS e CDL vão contra preços altos do álcool em gel e máscaras

Órgãos se unem para lutar contra preços abusivos

Verdadeiro esforço concentrado no sentido de minimizar os problemas trazidos pela pandemia de coronavírus, principalmente em relação ao desabastecimento ou a prática de preços abusivos para a aquisição de  insumos essenciais, por iniciativa da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast, a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL e a Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados – AMAS. juntamente com o Procon Estadual, assinaram Termo de Compromisso na tarde desta sexta-feira (20.03).

O entendimento visa, entre outros aspectos, procurar estabelecer junto aos fornecedores, acordos que levem à comercialização dos produtos essenciais como álcool em gel, e máscaras. Em relação ao álcool, ficou sob responsabilidade da AMAS orientar os supermercados.  Sensível à questão o presidente da AMAS, Edmilson Jonas Verati, consultou seus associados e  fez questão de afirmar que  “a categoria autorizou” a parceria.

Já, a venda de máscaras, outro produto essencial,  caberá à CDL a orientação de seus filiado, cujo presidente,  Adelaido Vilas,  sempre é solícito às ações  com finalidade de  beneficiar a comunidade. Ambos os produtos se tornaram imprescindíveis à vida de todo cidadão, como forma de evitar  contágio pelo Covid 19, que se alastra em velocidade cada vez maior pelo mundo não sendo diferente no Brasil.

A demonstração de boa vontade dos organismos participantes do acordo resultará na recomendação e sensibilização dos seus associados a exercerem suas atividades de maneira a colaborar com o bem comum abdicando da oportunidade de  auferirem lucros maiores em  função da explosão da venda dos insumos, atualmente procurados à exaustão,  em todos os estabelecimentos com possibilidade de venda dos produtos.

Pelo Procon Estadual o Termo de Compromisso foi assinado pelo superintendente Marcelo Salomão.  Quanto  as demais entidades, a assinatura se deu pelos seus representantes legais Adelaido Vila (CDL) e Edmilson Jonas Verati (AMAS). Durante o encontro que culminou com o acordo ficou evidenciada a necessidade de esforço conjunto visando o bem comum.