27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

COVID-19

Quatro em cada 10 pessoas não respeita isolamento social no Domingo de Páscoa

Mato Grosso do Sul voltou a ter desempenho pior do que a média nacional

Método mais eficiente para impedir a proliferação do novo coronavírus, o isolamento social não foi respeitado por 43,4% das pessoas em Mato Grosso do Sul no Domingo de Páscoa (12.abril). Isso significa que, mesmo com grande parte do comércio fechado, de cada grupo de 10 pessoas, quatro não ficaram em casa.

Mato Grosso do Sul voltou a ter desempenho pior do que a média nacional. O resultado brasileiro foi de 59,2% das pessoas respeitando o isolamento. No Estado, foram 56,6% – uma diferença de 2,6 pontos percentuais.

Em comparação a estados vizinhos, Mato Grosso do Sul empatou com Mato Grosso na última colocação, atrás de São Paulo (56,8%), Minas Gerais (58,8%), Paraná (59,7%) e Goiás (61,8%).

Melhor e pior resultados sul-mato-grossenses ficaram em municípios que fazem fronteira com o Paraguai e que, apesar da proximidade, tiveram uma diferença de comportamento de 37,4 pontos percentuais. 

Em Bela Vista, 78,3% das pessoas respeitaram o isolamento; enquanto em Sete Quedas, apenas 40,9%. Já na Capital, Campo Grande, o índice foi de 56,70%, resultado muito próximo da média estadual. 

Taxa média de isolamento social nas ultimas semanas na Capital

O isolamento social é medido por uma tecnologia que usa os dados de mais de 60 milhões de dispositivos móveis em todo o Brasil. O programa permite mapear a movimentação de pessoas dentro de regiões específicas e medir quais apontam maior distanciamento social.

Para compor o índice de isolamento, as informações são criptografadas e é preservada a privacidade dos indivíduos. A única informação coletada dos celulares é a localidade.