29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

Opinião pública

Santa Casa de Campo Grande tenta identificar desconhecido que está internado há mais de dois meses n

Segundo o hospital, ele deu entrada no dia 5 de setembro deste ano, trazido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), após ser vítima de atropelamento em via pública.

A Santa Casa de Campo Grande está tentando identificar um homem, com idade entre 40 e 50 anos, que está internado na instituição há mais de dois meses. Segundo o hospital, ele deu entrada no dia 5 de setembro deste ano, trazido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), após ser vítima de atropelamento em via pública.

De acordo com a Santa Casa, ele estava sem documentos. Vestia uma camiseta, bermuda amarela e chinelo preto e havia sofrido um traumatismo craniano, estando, então, inconsciente. Atualmente ele está no setor de neurologia. O estado de saúde é considerado estável, mas o homem está acamado, traqueostomizado e se alimenta apenas por sonda. Não pronúncia nenhuma palavra.

Sem nenhuma identificação, o Serviço Social do hospital entrou em contato com o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) para tentar, com base na impressão digital do homem, identificá-lo. Entretanto, nenhum registro dele foi encontrado na base de dados do estado.

A Santa Casa está fazendo agora então um apelo publico, para tentar localizar familiares, amigos ou mesmo alguém que conheça o homem, já que com a evolução do seu estado de saúde ele caminha para receber alta médica.

O homem tem cabelos grisalhos, olhos castanhos escuros e altura de aproximadamente 1,70 metro de altura.