30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

Pandemia

Sem autorização para funcionar, academias criam alternativas para faturar durante pandemia

Não há previsão de abertura das academias em Campo Grande durante a pandemia do Covid-19

Sem autorização municipal para reabrir durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), algumas academias de Campo Grande estão criando alternativas para se manter neste período, além de tentar repassar rotinas de exercícios para os alunos matriculados, que por vez, também estão sentindo os efeitos do isolamento social.
 
Dayanne Fernandes é proprietária da academia DPK, no bairro Estrela do Sul, e já prevê o impacto no faturamento da empresa durante três meses. Completa hoje (2), 15 dias de suspensão das atividades e sem gerar receita na unidade. Para amenizar a situação, decidiu alugar os equipamentos de malhação por até 10 dias para os alunos.
 
“Existem alunos que não se adaptam a treinar somente com o peso corporal, foi pensando nessa situação que surgiu a ideia do aluguel dos equipamentos. Estamos sem gerar receita, então precisamos rebolar para ter algum lucro, por mais que seja pouco. Não tivemos cancelamento de Matrícula, nossos alunos estão cientes do acontecimento. Mas diante do cenário atual, retornando as atividades, os alunos terão esses dias como “créditos” na mensalidade após o vencimento da matrícula”, explica.
 
Já o personal Alexandre Vilaba, dono da Forma Fit, na Vila Margarida, conta que os professores estão acompanhando, através de grupos de WhatsApp, a rotina de exercícios dos matriculados. A mensalidade neste período também não está sendo cobrada, por isso, ele acredita que as contas estarão altas quando o voltar a normalidade.
 
“Não tem como cobrar do aluno neste período se não está oferecendo o que ele contratou, como usar os equipamentos de musculação, por exemplo. A gente não está gastando com água e luz durante o fechamento, economizamos esse ponto, teremos que tirar de outra para equilibrar e não fechar. O aluno que está em casa fica mais preguiçoso, tem aluno que está na academia justamente por não ter rotina de exercício, então montamos um plano de atividades, musculação até com garrada pet. Os vídeos, dicas e exercícios são enviados pelo WhatsApp ou Facebook”.
 
O secretário Luiz Eduardo Costa, da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), em entrevista ao Jornal Midiamax, explicou que o comércio varejista deve retomar o funcionamento na próxima segunda-feira (6), porém, o caso de academias, shoppings e o Camelódromo, ainda está sendo analisado e não tem previsão de liberação para voltar a funcionar.