26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

REVOLTA DOS BICHOS

Sem turistas, gangue de macacos invade prefeitura em busca de 'solução'

Caso curioso aconteceu no sábado, 14 de março, na Tailândia

Uma gangue de macacos, da Tailândia, começou a reagir a falta de turistas, causada pela pandemia coronavírus. A ausência dos visitantes, provocou também a falta de alimentos aos animais, que acabaram invadindo a prefeitura da cidade paradisíaca de Prachuap Khiri Khan no sábado (14.março) . Sem respaldo do poder público, a gangue de animais irritou-se e decidiu então, partir para a agressão. Invadiram o prédio púbico e colocaram os funcionários para correr. As informações são do Daily Star. 

Os símios, arrancaram telhas, quebraram janelas e destruíram equipamentos, em busca de alimentos. Os funcionários fugiram em pânico.  Na Tailândia os animais seguem violentos, mas há registro também, da atuação da mesma espécie na índia. No entanto, no país asiático, os bichos acabaram morrendo por uma ‘doença misteriosa’.

OUTRO CASO

A doença misteriosa matou os macacos considerados na Índia. O grupo de símios foi identificado anteriormente por atacar humanos e roubar itens em cidades próximas, um comportamento identificado como fruto da falta de comida e da rápida urbanização das cidades do país. 

Oito fêmeas e um macho foram encontrados mortos por guardas na floresta de Thrissur, no extremo sul da Índia, durante a última semana. Podem ter ocorrido diversas outras mortes e autoridades de saúde descartam a famosa "febre do macaco" como a causa.

As estranhas mortes surgem no momento em que o país está enfrentando surtos de covid-19 e gripe aviária. Outros três macacos foram encontrados mortos na segunda passada (23.março) e autópsias revelaram a atuação de uma "doença misteriosa"

A população descontrolada tem mais de 400 macacos que chegaram a assumir o controle de casas.  

Fonte: Com Informações da Daily Star.