28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

MEIO AMBIENTE

TJ mantém liminar que impede desmatamento do Parque dos Poderes

Ambientalistas e populares participam de audiência pública nessa manhã (18)

Acontece nessa manhã (18) Audiência Pública no Ministério Público sobre a necessidade de Tombamento do Parque dos Poderes, em Campo Grande. O manifesto em prol do Complexo do Parque, que engloba também o Parque das Nações, protesta e cria caminhos para abortar a ideia de se construir um estacionamento no Parque dos Poderes, para isso teria que se desmatar ao menos 3,3 hectares de vegetação no Parque. “Senhor Governador, ouça a voz do povo: não queremos o desmatamento”, é o tema da audiência.

O Tribunal de Justiça acabou de julgar o mérito do agravo e manteve a liminar que desautoriza o desmatamento dos 3,3 hectares. 

Estão presentes na audiência o Promotor de Justiça e Coordenador do Núcleo Ambiental do MPMS, Luciano Loubet e o Secretário de Meio Ambiente Eduardo Costa.

Também compõe a mesa de Audiência o Promotor de Justiça Luiz Antônio, que ingressou com a ação civil pública onde a liminar foi concedida e confirmada. 

Além de uma procuradora do estado e uma representante da Fundação Estadual de Cultura. Há vários manifestantes presentes que fazem uso da palavra durante a audiência.  

Participam também representantes das entidades: Juristas pela Democracia; Instituto Mamede; associação dos moradores da chácara dos Poderes e movimento SOS Parque dos Poderes.  

*Matéria alterada as 12h03 para correção de informação.