05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

INTERNACIONAL | CINEMA

Tragédia: após matar diretora de fotografia com tiro ator se manifesta

Alec Baldwin falou nas redes sociais na sexta-feira, um dia depois que um trágico acidente com uma arma cenográfica

A- A+

O ator Alec Baldwin se posicionou, pela primeira vez, sobre morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, atingida por um tiro disparado por ele, durante a filmagem de uma cena do filme "Rust". Além dela, o diretor do filme, Joel Souza, de 48 anos, ficou ferido ao ser atingido no ombro. Ele já teve alta.

Mais cedo, o MS Notícias mostrou a repercussão mundial do caso. O Departamento do Xerife de Santa Fé confirmou na noite de quinta-feira (21.out.21) que Baldwin “disparou” a arma que matou Hutchins e feriu o diretor Joel no set do filmagem de faroeste em locações no Novo México. Hutchins era a diretora de fotografia do filme. Ela chegou a ser transportado de avião para um hospital de Albuquerque, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia americana não disse ainda em que local do corpo a profissional foi atingida.  

Alec diz, numa das postagens: "Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega nossa profundamente admirada. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para abordar como essa tragédia ocorreu e...", disse.  

E frisa estar cooperando com a apuração do caso: "Estou cooperando totalmente com a investigação da polícia para descobrir como essa tragédia aconteceu".

Numa segunda postagem, o ator destaca que está em contato com o marido de Halyna "oferecendo suporte para ele e sua família". Ele conclui afirmando estar de "coração partido pelo marido, filho e todos que conheciam e amavam Halyna".

A filha de Baldwin, a atriz, Ireland Basinger Baldwin publicou um story no Instagram em que também lamenta a morte de Halyna e diz que queria poder consolar o pai:

"Todo meu amor e suporte para os amigos e familiares de Halyna Hutchins. Estou desejando que pudesse abraçar meu pai", disse a atriz.  

"Meu amor e amparo vão para a família e os amigos de Halyna Hutchins. Estou mandando pensamentos de cura para Joel Souza. Estou desejando que pudesse abraçar meu pai bem apertado hoje".

Ela também criticou as investidas de jornalistas que tentam fazer contato com ele mesmo diante do momento delicado.  

COMO E ONDE FOI? 

Investigadores criminais disseram que receberam um chamado de disparo de arma de fogo no Rancho Bonanza Creek, situado nos arredores de Santa Fé na tarde de quinta-feira (21.out). Fontes dizem que Baldwin, sem saber do tipo de munição da arma, engatilhou-a, acertando Souza, 48 e Hutchins, 42. Todo o local ficou trancado durante a investigação.

BIOGRAFIA 

Na sexta-feira (22.out.21), o New Mexico Film Office divulgou um comunicado. “Nós, junto com toda a comunidade cinematográfica do Novo México, estamos tristes com a tragédia que aconteceu no set de Rust, ontem. Enviamos nossas mais profundas condolências à família da Sra. Halyna Hutchins e mantemos pensamentos positivos para uma recuperação completa do Sr. Joel Souza. A segurança e o bem-estar de todo o elenco, equipe e cineastas no Novo México é uma prioridade máxima em todos os momentos”, disse. 

A diretora era uma cineasta em ascensão em Los Angeles. Ela se formou no conservatório AFI em 2015 e trabalhou em vários filmes e curtas-metragens.

Os créditos incluem Archenemy, estrelado por Joe Manganiello, Blindfire, estrelado por Brian Geraghty e Sharon Leal e Darlin ',  dirigido por Pollyanna McIntosh.

Natural da Ucrânia, Hutchins cresceu em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico. Ela é graduada em Jornalismo Internacional pela Universidade Nacional de Kiev, na Ucrânia, e anteriormente trabalhou como jornalista investigativa em produções documentais britânicas na Europa.

Ela foi selecionada como uma das estrelas em ascensão do cineasta americano de 2019 e também como diretora de fotografia do 21st Century Fox DP Lab em 2018.