31 de outubro de 2020
Campo Grande 26º 18º

Condomínio de luxo

Trote mobiliza bombeiros para condomínio de luxo em Campo Grande

A falsa denúncia obstrui as linhas prejudicando o atendimento para as pessoas que precisam

Um trote mobilizou duas viaturas do Corpo de Bombeiros, nesta segunda-feira (6), para falso atendimento de um desembargador aposentado no residencial Dahma II, na Avenida Marques de Pombal, Tiradentes, em Campo Grande.

A falsa denúncia obstrui as linhas prejudicando o atendimento para as pessoas que precisam e é um crime previsto no Código Penal. Quando identificado, o autor é enquadrado no artigo nº 340 do Código Penal: falsa comunicação de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa. E as tentativas de trote são caracterizadas pelo art. 266.

Queda nas tentativas

Em 2019, as tentativas de trote para os números de emergência das forças de segurança de Mato Grosso do Sul - 190 (Polícia Militar) e 193 (Corpo de Bombeiros Militar) – caíram em 57%.

Segundo o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), de 710.117 mil chamadas atendidas no período de janeiro a novembro, 6.171 foram de tentativas de trote, o que representa 0,9%. Em 2018, 2,1% do número total de chamadas (774.558 mil) eram tentativas de trote.

Ao todo, foram 10.390 tentativas de trotes a menos atendidas no período. Os elementos oferecidos pelo setor de estatística também apontam uma redução progressiva nos números com o passar dos anos, considerando que de 2017 para 2018, também houve diminuição 1,8%.

Historicamente, outra ação que trava as linhas de emergência, são as ligações para pedidos de informações diversas.

Conforme o Ciops, todos os telefones que realizam chamadas para o 190 ou 193 ficam registrados no sistema, e quando há necessidade é possível realizar investigação para responsabilizações.