17 de maio de 2021
Campo Grande 31º 20º

Forever 21

Vídeos de maus-tratos a animais resultam em boicote à Forever 21

A gigante de fast fashion usa lã de fazenda denunciada por torturar ovelhas e cordeiros

A- A+

Dois vídeos da People for the Ethical Treatment of Animals (Peta) causaram tumulto nas redes sociais nos últimos dias. Nas postagens, carneiros e ovelhas aparecem sendo maltratados por trabalhadores na maior fazenda de lã do mundo, em Victoria, na Austrália. O local fornece o tecido animal para diversas lojas de departamento pelo globo, principalmente para a Forever 21.

A gigante da fast fashion causa suspeitas por seus preços baixos, o que geralmente indica conduta antiética com trabalhadores. Depois dos vídeos, a Peta publicou no Instagram uma imagem dos carneiros sofrendo abusos e, nos comentários, usuários se mobilizaram com hashtag #Never21.

A tag incentiva que as pessoas boicotem a empresa e peçam o fim do uso de lã. Como a marca possui lojas em diversos países, como Brasil, Holanda, México, Nova Zelândia e Japão, o caso vem repercutindo bastante nas redes sociais.

Dois vídeos da People for the Ethical Treatment of Animals (Peta) causaram tumulto nas redes sociais nos últimos dias. Nas postagens, carneiros e ovelhas aparecem sendo maltratados por trabalhadores na maior fazenda de lã do mundo, em Victoria, na Austrália. O local fornece o tecido animal para diversas lojas de departamento pelo globo, principalmente para a Forever 21.

Os vídeos têm imagens fortes e mostram fazendeiros cortando os rabos dos carneiros e ovelhas, mutilando partes e golpeando gargantas de animais ainda conscientes. Para assegurar roupas sem crueldade, a Peta encoraja que as pessoas procurem materiais sintéticos.

A Forever 21 ainda não se pronunciou sobre o caso, apesar de ter recebido vários comentários insatisfeitos no Instagram. No domingo (9), a marca publicou a foto de uma modelo usando um suéter aparentemente de lã, resultando em mais mobilização e revolta dos consumidores.