26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

Em Sidrolândia vistoria veicular digital ativada há um mês

A vistoria veicular digital que foi lançada oficialmente pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito )nesta segunda-feira em Campo Grande, já completa um mês de funcionamento na Ciretran de Sidrolândia, onde em média 50 veículos são vistoriados diariamente.

Com o novo sistema, caiu pela metade a demora de cada vistoria, que no caso dos carros de passeio, agora é de cinco minutos e de 12 minutos nos caminhões.  As imagens e os dados dos veículos são capturados por um aplicativo implantado em um aparelho celular. As informações serão validadas de forma instantânea.

Através do iPhone, as imagens e informações do veículo são encaminhadas ao sistema, no qual é verificado se todos os itens cobrados na vistoria estão adequados. Com a aprovação da vistoria, o veículo fica liberado para solicitar a emissão do documento.

“O maior ganho foi em segurança na vistoria, hoje é muito mais difícil existir fraude ou erros. E o segundo ganho foi no atendimento, pois o usuário ganha mais comodidade. Antes a vistoria era realizada em 18 minutos, hoje ela pode ser feita de seis a oito minutos”, avaliou Carlos Henrique Santos Pereira, diretor-presidente do Detran.

Emplacamento, mudança de categoria, alteração de característica, 2ª via do recibo de compra e venda inclusão de alienação, desalienação, licenciamento de veículos categoria aluguel, mudança de motor e liberação de veículo apreendidos, são os serviços que precisam de vistoria. Na maioria das vezes os itens veiculares que reprovam na vistoria são luz de freio, luz de seta, lacre rompido e pneu careca.

Com a implantação da vistoria eletrônica, os técnicos poderão usar o paquímetro para avaliar o desgaste do pneu do veículo, por exemplo. “Além da rapidez e segurança, o novo sistema vai combater, de vez, qualquer tipo de fraude”, destaca o diretor-presidente do Detran, Carlos Henrique Santos Pereira.

Lourival Basso, que hoje pela manhã estava na Ciretran em busca da transferência para seu nome do caminhão Ford Cargo espera que o novo sistema garanta maior agilidade no procedimento de vistoria. No caso de Ciretran, a vistoria será mais rápida, mas o tempo de espera continuará porque só há dois  funcionários encarregados da vistoria. No caso de Lourival ele estava desde 9h30 à espera do atendimento.

Na Capital o analista de sistema Humberto Peres, 43 anos, comprou um carro na semana passada e aguardava para fazer a vistoria. “Quanto mais rápido no atendimento melhor para nós. Tudo que for para facilitar é bem vindo”, diz, acrescentando que foi cedo ao Detran para não perder o dia de trabalho.

O casal Cláudio e Giulliana aprovou o novo serviço. Os dois compraram um carro há 3 meses e estava no pátio do Detran aguardando a vez. “Quanto mais rápido melhor”, diz Cláudio que ainda ia levar a esposa para o serviço e depois ia seguir para seu trabalho, que fica no bairro Universitário, do outro lado da cidade.

“Quando a gente pensa em mexer com qualquer documento, a primeira coisa que vem na cabeça é fila e demora, então se a mudança for para melhor nós aprovamos”, finaliza Cláudio.

Além de Sidrolândia a vistoria eletrônica foi implantada em Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Nova Andradina, Paranaíba, Maracaju, Coxim, Aquidauana, São Gabriel do Oeste e Caarapó. “Até o ano que vem teremos 100% do sistema digital instalado em todo Estado”, afirma Carlos Henrique.

(Região News)