21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Sem mutirão de limpeza desde novembro, lixo se acumula no Cascatinha em Sidrolândia

Os moradores do Bairro Cascatinha esperam ansiosos pela chegada dos caminhões, tratores e equipes da Prefeitura que desde novembro não são deslocados até bairro para remover entulhos, galhos e o material retirado com a limpeza dos terrenos.

Embora o caminhão da coleta passe três vezes por semana, em algumas ruas e terrenos baldios, há  sacos plásticos de lixo doméstico espalhados, exalando mau cheiro e colocando em risco a saúde de toda a vizinhança. Embora cobrem a atuação da Prefeitura, alguns moradores reconhecem que alguns vizinhos contribuem para agravar a situação.

“O pessoal não tem consciência e espalha o lixo pelo bairro inteiro”, reclama à dona de casa Hemanoele Zimer, de 19 anos, residente na Rua Joaquim dos Santos. A Secretaria de Habitação, Infraestrutura e Serviços Públicos conta com três tratores e sete caminhões para atuar na cidade inteira.

Depois de 15 dias de recesso da Prefeitura, a partir de 23 de dezembro, o serviço ficou acumulado e nas últimas semanas o serviço foi concentrado no Bairro São Bento. A partir desta segunda-feira será iniciada uma frente no Cascatinha onde também está programada a limpeza, roçagem, recuperação do parquinho do Poliesportivo, que abandonado, transformou-se no período noturno em ponto de encontro de drogados.

Com a temporada de chuva terrenos baldios é um local propicio para o aparecimento de focos do mosquito transmissor da dengue, que registrou na semana passada, os primeiros quatro casos de pacientes com sintomas da doença.

Região News