24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

ANTÔNIO JOÃO

Vereador quebra rádio vidraça e xinga radialista em programa ao vivo em MS

Caso aconteceu na tarde de ontem (31.março)

O jornalista Edilson José Alves, de 54 anos, registrou boletim de ocorrência, na tarde de ontem (31.março) contra o vereador Agnaldo Marcelo da Silva Oliveira, de 37 anos, conhecido como Marcelo Pé (MDB), após o político tentar arrombar a rádio Altos da Serra FM no município de Antônio João, no interior de Mato Groso do Sul. 

Segundo o documento d Polícia Civil do município, o vereador chegou a quebrar uma vidraça da transmissora de rádio, ao tentar entrar no prédio em que trabalha o jornalista. Teria ainda, ofendido com xingamentos o apresentador durante programa ao vivo, desferindo chutes e criando alarde na entrada do prédio. 

No momento do ocorrido o radialista chamou a Polícia Militar sem detalhar o que estava acontecendo. No local, os policiais viram quando o vereador entrou em um carro e saiu. Ainda não se sabe o que teria motivado a violência.  

O Radialista contou que apresentava o programa de rádio quando ouvintes lhe enviaram mensagens via Whatsapp afirmando que Agnaldo estava batendo no prédio e na porta da rádio, mediante chutes e porradas, e proferindo ofensas, ocasionando dano na janela do prédio.

Ainda segundo a ocorrência, o parlamentar foi procurado pelo telefone e se comprometeu a comparecer ao Pelotão da Polícia Militar de Antônio João e posteriormente à delegacia para esclarecer o que houve, mas às 13h38 informou que não iria mais comparecer.

Também hoje, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Região da Grande Dourados (Sinjorgran) repudiou violência de vereador contra jornalista em Antônio João. O sindicato do jornalista de Dourados, cobrou respostas rápidas das autoridades de segurança e da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Antônio João. 

“O Jornalismo é um dos principais espaços em que versões contraditórias de um acontecimento têm a oportunidade de dialogar civilizadamente. Por isso, nossa entidade condena qualquer forma de intimidação e censura ao exercício profissional dos comunicadores da rádio Altos da Serra FM”, acrescentou.

Para a entidade sindical, “não é possível mensurar a tragédia que aconteceria se o nobre legislador fosse forte o suficiente para arrombar a porta do estúdio, mas sua tentativa violenta já demonstrou a vontade que tinha de calar o livre fazer jornalístico”.

O MS Notícias ligou em um dos telefones de Marcelo Pé para ouvir seu posicionamento sobre o acontecido, mas as ligações não foram atendidas. A Câmara do Vereadores de Antônio João disponibiliza em seu site um contato de telefone que não finaliza as chamadas. O espaço fica aberto para futuros posicionamentos.