14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Empossada nova diretoria da Amamsul

A- A+

O auditório da Esmagis ficou lotado. Na noite de ontem, autoridades e representantes da magistratura sul-mato-grossense e nacional participaram da solenidade de posse dos integrantes da administração que comandará os destinos da Amamsul (Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul) no biênio 2015/2016.

Ao assumir a presidência da entidade, o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira confessou ter com a magistratura um verdadeiro caso de amor. “Mesmo depois de mais de 12 anos, mantenho a mesma intensa e alucinada paixão pela magistratura. Saio de casa todas as manhãs para o trabalho com o mesmo ideal de fazer justiça desde que ingressei na carreira”.

Em um discurso conciso, ele lembrou das administrações anteriores, agradeceu a confiança depositada para a gestão que começa e se emocionou ao demonstrar a disposição para a caminhada que começa.

“É comum em discursos a citação de poetas, filósofos e intelectuais de toda natureza. Mas hoje não procederei desta forma, citarei aquela pessoa que foi a mais importante na minha vida e responsável pela formação da minha educação e caráter. Dizia minha mãe todas as manhãs, nas primeiras horas do dia: Acorda meu filho, deixa de moleza e apronte-se para o trabalho! Assim, meus amigos, como dizia minha mãe, chega de conversa e vamos ao trabalho”.

Depois de transmitir o cargo, Wilson Leite Corrêa lembrou dos 22 meses a frente da associação, falou dos extraordinários avanços institucionais e administrativos em assuntos que constituíam bandeiras históricas da magistratura e ressaltou a necessidade de a administração ser democrática e participativa.

“Antes de encerrar, agradeço a confiança em nós depositada. Fizemos o possível, o necessário. O que não conseguimos realizar não foi por falta de vontade ou esforço, mas porque nossas forças ou capacidade não foram suficientes. O marco forte desta administração foi a colegialidade das decisões. Chegamos ao final da administração todos juntos e isso é um grande mérito”.

O presidente da AMB, João Ricardo dos Santos Costa, apontou que esteve em MS em janeiro de 2013, na posse de Wilson Leite Corrêa, e confessou que já sentia a grande energia da magistratura sul-mato-grossense. Ele lembrou que a justiça de MS ocupa lugar de destaque no cenário nacional e que esta é construída por pessoas, que tem contribuído muito nos quadros da AMB.

“Este é o primeiro ano de gestão e temos muito a comemorar porque avançamos muito. Estamos junto com o Colégio de Presidentes e é extremamente importante, no momento em que conseguimos transformar a luta associativa em uma luta institucional e pudemos observar o grande passo que se deu. E essa sinergia tem surtido fortes efeitos que resultam no aprimoramento da carreira e da justiça. E conseguimos construir isso graças aos quadros que presidem hoje as associações”, disse.

Além de juízes da Capital e do interior, prestigiaram a cerimônia os presidentes das Associações de Magistrados de Santa Catarina, Sérgio Junkes, e do Piauí, Leonardo Trigueiro; o vice-presidente do TJMS, Julizar Barbosa Trindade; o deputado estadual Antônio Carlos Arroyo, o juiz federal Renato Toniasso, os desembargadores Luiz Gonzaga Mendes Marques, Maria Isabel de Matos Rocha, Marcelo Câmara Rasslan, Luiz Tadeu Barbosa Silva, e juízes a desembargadores aposentados.

Diretoria – Com Luiz Felipe Medeiros Vieira na presidência da Amamsul assumiram Daniela Vieira Tardin (1ª Vice-presidente), Mauro Nering Karloh (2º Vice-presidente), Larissa Castilho da Silva Farias (Secretária), Kelly Gaspar Duarte Neves (2ª Secretária), Joseliza Alessandra Vanzela Turine (Tesoureira), Alessandro Carlo Meliso Rodrigues (2º Tesoureiro), Rêmolo Letteriello (Diretor de Inativos), Maurício Cleber Miglioranzi Santos (Diretor de Interior), Renato Antônio de Liberali (Diretor de Informática) Gabriela Muller Junqueira (Diretora Social), Giuliano Máximo Martins (Diretor de Prerrogativas).

Compõem o Conselho Deliberativo os juízes David de Oliveira Gomes Filho, Albino Coimbra Neto, Jorge Tadashi Tadashi Kuramoto, Janine Rodrigues de Oliveira Trindade e Adriano Rosa Bastos. Pela suplência atuarão os juízes Fábio Possik Salamene, Fábio Henrique Calazans Ramos e André Luiz Monteiro.

Karla Machado com Assessoria