15 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

ARBORIZAÇÃO

Projeto Via Verde realiza o plantio de 5 mil novas árvores na Capital

Entre os bairros Jardim América, Parque do Sol, Lageado, Taveirópolis, Jardim Futurista, Talismã e mais receberam esse plantio.

Campo Grande é aquela Capital, como todos dizem, "com cara de interior". Para manter a aparência pacata da Cidade Morena, o Projeto Via Verde busca recompor a arborização do passeio público de áreas residenciais, mantendo assim as regiões urbanas convidativas não só para os moradores, mas também para a fauna local, composta por araras, tucanos, cotias e capivaras. Anhanduizinho, Prosa, Segredo, Lagoa e Centro já receberam o plantio de cinco mil novas árvores.

Por se tratarem de mudas em desenvolvimento, toda a população que recebe as pequenas árvores próximas aos seus comércios, casas e empreendimentos, precisam cooperar com os cuidados necessários. "Para que as mudas possam ter pleno desenvolvimento é preciso esse cuidado dos moradores. A Semadur identifica e define as regiões, a iniciativa privada realiza compensações ambientais por meio do plantio e a população nos auxilia zelando e preservando as mudas”, explica o  secretário municipal de meio ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa.

Segundo informações da Prefeitura, na ação desenvolvida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), as árvores são mudas de ipê mirim, magnólia, pata-de-vaca, aroeira pimenteira, jacarandá, quaresmeira, ipê amarelo, entre outras. Jardim América, Parque do Sol, Lageado, Taveirópolis, Jardim Futurista, Jardim Talismã, Centro, Guanabara, Morada Verde, Danúbio Azul e Santa Luzia, estão entre os bairros que já receberam esse plantio.

Alexsander Ferreira de Freitas Dias é um morador de Campo Grande que, pelos próximos anos, ficará frente a frente com a árvore que ele mesmo poderá regar e observar seu crescimento, em frente ao estabelecimento que trabalha, ele ressalta ainda, de maneira consciente, os benefícios vindos com o aumento da altura das copas. "Nós regamos sempre e entendo essa iniciativa como um bom começo, pois geralmente as pessoas ao invés de plantar elas estão cortando as árvores. E mais árvores ajudam na questão da temperatura tanto na calçada quanto no asfalto, além de deixar a paisagem mais agradável para todos", diz.

Assim como Alexsander, moradores de todas as regiões, que receberam as árvores, foram informados do plantio, momento em que a Semadur pede que o morador ajude no processo, realizando manutenção e nos cuidados necessários para o trato da respectiva espécie. Nesse processo que envolve três partes, a iniciativa privada entra, assumindo os custos operacionais do plantio como compensação ambiental.

Primeiro são definidos os locais em que são realizadas as ações, dando prioridades para aqueles onde o índice de cobertura vegetal seja menor ao da média do município, com base no Plano Diretor de Arborização Urbana. Os plantios são planejados evitando a concorrência da vegetação com os elementos urbanos e, consequentemente, evita assim futuras possíveis ações de manejo para adequação ao espaço.

Mais recente, Campo Grande figurou pela segunda vez no ranking mundial, como uma "Tree Citie Of The World", acumulando 23.418 árvores plantadas. 

Quem se interessar por firmar parcerias, tem informações através dos telefones: 4042-1323 ramal 2743 ou ainda através do e-mail: gfav.semadur.pmcg@gmail.com. Para ser redirecionado ao endereço eletrônico com a lista de locais onde foram realizados o plantio, CLIQUE AQUI.

Leia também

• Com 23.418 árvores plantadas, Capital de MS recebe título internacional