27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Motorista morre carbonizado após acidente na rodovia BR-163

Edimárcio Jose de Almeida, 37 anos, morreu carbonizado após um acidente de trânsito no começo da tarde desta quarta-feira (04), envolvendo o veiculo GM/Corsa Classic, com placas de Naviraí que ele dirigia e uma carreta carregada de soja, com placas do Paraná.

O acidente aconteceu na rodovia BR-163 entre as cidades de Naviraí e Itaquirai, em uma baixada, próximo a entrada da Fazenda Mestiço.

Segundo informações de um amigo de Edimárcio, que vinha em outro veiculo um pouco atrás, eles retornavam da cidade de Mundo Novo, quando no local em que aconteceu o acidente, Edimárcio tentou fazer uma ultrapassagem a outros veículos, porem não conseguiu vindo a bater de frente com a carreta que vinha no sentido contrario da rodovia.

Com o impacto o carro que Edimárcio conduzia foi arrastado pela carreta por cerca de 40 metros, até os veículos saírem da pista e cair de uma altura de aproximadamente 4 metros. O carro de Edimárcio estava com o tanque de combustível cheio e explodiu, com as chamas atingindo a cabine da carreta e também parte da carroceria. O motorista da carreta morador em Santa Catarina, com a ajuda de outros motoristas que passavam na hora, conseguiu sair ileso de dentro da cabine do caminhão antes que o fogo tomasse conta de tudo.

Edimárcio morreu carbonizado e prensado em meio às ferragens do veiculo que ele conduzia. O veículo ficou todo retorcido, não possível de identificar qual seria o modelo do automóvel.

O fogo se alastrou em meio a vegetação, sendo contido pela equipe do Corpo de Bombeiros de Naviraí que tiveram ajuda de um caminhão Pipa de uma Usina. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) esteve no local orientando o trânsido que ficou parcialmente interrompido em uma parte da pista. A equipe da Pericia de Naviraí também esteve no local do acidente.

Os bombeiros tiveram que usar de um aparelho de desencarcerador, para cortar as ferragens e remover o corpo de Edimárcio. Segundo informação a pouco mais de cinco meses, que Edímarcio que é natural da Bahia, estava morando e trabalhando em Naviraí. Ele não tem nenhum parente em Naviraí.

Dourados News