22 de junho de 2024
Campo Grande 30ºC

EXTREMISTAS DE DIREITA

AGU move ação para condenação e multa milionária aos financiadores do '8 de janeiro'

Veja a lista com acusados de MS, MT, GO e mais 5 estados

A- A+

A Advocacia-Geral da União (AGU) moveu nesta 6ª.feira (3.mar.23) ação federal em Brasília para que os bolsonaristas financiadores dos ataques aos prédios do Supremo Tribunal Federal (STF), Palácio do Planalto e Senado Federal, realizado em 8 de janeiro, sejam condenados a pagar R$ 100 milhões de dano moral coletivo. 

Como mostramos aqui no MS Notícias, órgão já havia, em 13/02/23, pedido de condenação definitiva de acusados de financiar os atos golpistasA íntegra.  

Para o órgão, os 'patrões do ataque', foram “fundamentais” para o desfecho terrorista dos bolsonaristas ao financiarem e patrocinarem a contratação de ônibus de transporte para os radicais irem até Brasília e que, por esse motivo, devem ser condenados por suas participações no evento. “A partir desse transporte e aglomeração de manifestantes é que se desenrolou toda a cadeia fática que culminou com a invasão e depredação de prédios públicos federais” , observou a AGU.  

A ação movida contra 54 pessoas físicas, 3 empresas, uma associação e 1 sindicato, afirma que os envolvidos, ao fretarem veículos para os manifestantes, “assumiram o risco pela prática dos atos ocorridos e pelos danos que deles derivaram”.

Eis a lista de financiadores do ataque que deveriam, segundo a AGU, serem responsabilizados. Eis a lista de acusados citados como pertencentes aos locais onde estão morando atualmente:  

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES EM MATO GROSSO DO SUL:

  • Adoilto Fernandes Coronel, de Maracaju (MS);
  • Aparecida Solange Zanini, de Três Lagoas (MS).
Adoilto e Aparecida figuraram na lissta de 52 pessoas e sete empresas que correm o risco de tiveram seus bens bloqueados pela justiça, a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU). Fotos: RedesAdoilto e Aparecida figuraram na lissta de 52 pessoas e sete empresas que correm o risco de tiveram seus bens bloqueados pela justiça, a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU). Fotos: Redes

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES EM MATO GROSSO:

 

  • Josiany Duque Gomes Simas, de Cuiabá (MT);
  • Primavera Tur Transporte Eireli, pessoa jurídica de direito privada, CPNJ nº 29.646.682/0001-96, de Primavera do Leste (MT).
A pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), a Justiça Federal decretou o bloqueio de até R$ 6,5 milhões contra a ex-candidata a deputada federal, professora Josiany Duque Gomes Simas, e a Primavera Tur Transporte Eireli.

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES EM GOIÁS:

  • Rafael da Silva, de Catalão (GO);
  • Yres Guimarães, de Rio Verde (GO).
Yres Guimarães, de Rio Verde, que consta na lista da AGU como sendo financiador de atos golpistas; ele nega  Foto: Reprodução/TV AnhangueraYres Guimarães, de Rio Verde, que consta na lista da AGU como sendo financiador de atos golpistas; ele nega — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES EM SÃO PAULO:

  • Adailton Gomes Vidal, de São Paulo (SP);
  • Alethea Veruska, de São José dos Campos (SP);
  • Carlos Eduardo Oliveira, de São Pedro (SP);
  • Dyego Primolan Rocha, de Presidente Prudente (SP);
  • Fernando José Ribeiro Casaca, de São Vicente (SP);
  • Genival José da Silva, de Ribeirão Preto (SP);
  • Jean Franco de Souza, de Mirassol (SP);
  • João Carlos Baldan, dono e morador da Chácara Santa Isabel KM 700 - São José Do Rio Preto (SP);
  • Jorge Rodrigues Cunha, morador na BRO Boa Vista, 00005, Matadouro - Pilar do Sul (SP);
  • José de Oliveira, de Bom Jesus dos Perdões (SP);
  • José Marcolino Ramos, de Lins (SP);
  • Marcia Regina Rodrigues, de Ribeirão Preto (SP);
  • Márcio Vinicius Carvalho Coelho, de Marilia (SP);
  • Marco Antônio de Souza, de Leme (SP);
  • Marcos Oliveira Queiroz, de São Paulo (SP);
  • Marlon Diego de Oliveira, brasileiro, de Tupã (SP);
  • Michely Paiva Alves, de Limeira (SP);
  • Mônica Regina Antoniazi, de Piracicaba (SP);
  • Nelma Barros Braga Perovani, de Piratininga (SP);
  • Nelson Eufrosino, de Ourinhos (SP);
  • Rieny Munhoz Marcula, de Campinas (SP);
  • Rosangela de Macedo Souza, de Riolandia (SP);
  • Sandra Nunes de Aquino, de Sorocaba (SP);
  • Selma Borges Pereira Fioreze, de Monte Azul Paulista (SP);
  • Sheila Mantovanni, de Mogi das Cruzes (SP);
  • Sulani da Luz Antunes Santos, de Vinhedo (SP);
  • Zilda Aparecida Dias, de Rio Claro (SP).

General Tomás Paiva avisa militares: "Ninguém está acima da lei!"

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES NO PARANÁ:

  • Ademir Luis Graeff, de Missal (PR);  
  • Adriano Luis Cansi, de Cascavel (PR);
  • José Roberto Bacarin, de Cianorte (PR);
  • Leomar Schinemann, de Guarapuava (PR);
  • Marcelo Panho, de Foz do Iguaçu (PR);
  • Pedro Luís Kurunczi, de Londrina (PR);
  • Ruti Machado da Silva, de Londrina (PR);
  • Stefanus Alexssandro França Nogueira, de Ponta Grossa (PR);
  • Vanderson Alves Nunes, de Francisco Beltrão (PR);
  • Associação Direita Cornélio Procópio, pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 42.530.982/0001-73, de Cornélio Procópio (PR);
  • Sindicato Rural de Castro, pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 76.110.394/0001-00, de Castro (PR).
  • RV da Silva Serviços Florestais Ltda., pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 16.864.075/0001-50, de Pirai do Sul (PR).

PGR desmente Anderson Torres e pede manutenção da prisão

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES EM MINAS GERAIS:

  • Anderson Luís de Oliveira, de Frutal (MG);
  • Bruno Marcos de Souza Campos, de Belo Horizonte (MG);
  • Claudia Reis de Andrade, de Juiz de Fora (MG);
  • Daniela Bernardo Bussolotti, de Belo Horizonte (MG);
  • Franciely Sulamita de Faria, de Nova Ponte (MG);
  • Hilma Schumacher, de Belo Horizonte (MG);
  • Jasson Ferreira Lima, de Paracatu (MG);
  • Pablo Henrique da Silva Santos, brasileiro, de Belo Horizonte (MG);
  • Patrícia dos Santos Alberto Lima, de Belo Horizonte (MG).  

Lula decreta intervenção federal no DF

ACUSADOS DE FINANCIAR ATAQUES BOLSONARISTAS RESIDENTES NO RIO GRANDE DO SUL:

  • Cesar Pagatini, de Bento Goncalves (RS);
  • Sheila Ferrarini, de Caxias do Sul (RS).
César Pagatini nega ter financiado ato no DF. Foto: Redes Sociais/ReproduçãoCésar Pagatini nega ter financiado ato no DF. Foto: Redes Sociais/Reprodução
Sheila Ferrarini - Terapeuta. Foto: Redes Sheila Ferrarini pagou ônibus da Godoy Transportes para o ataque extremista em Brasília. Foto: Redes 

DEMAIS ACUSADOS RESIDENTES EM SC, ES E TO:

Valfrido Chieppe Dias, preso na Operação Lesa Pátria, por atos golpistas . (Fernando Madeira 27/01/2023)Valfrido Chieppe Dias, preso na Operação Lesa Pátria, por atos golpistas . (Fernando Madeira 27/01/2023)
  • Amir Roberto El Dine, de Porto União (SC);
  • Valfrido Chieppe Dias, de Vila Velha (ES);
  • Alves Transportes LTDA, pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 42.509.085/0001-88, de Araguaína (TO).

O órgão diz ainda que, além dos prejuízos materiais, os manifestantes também violaram “valores jurídicos superiores” , estabelecidos no Estado Democrático de Direito. Além disso, a AGU alega que os atos tiveram como o objetivo a tentativa de “quebra” do regime de governo ao negar a legitimidade do resultado das eleições de 2022.

“Os atos foram praticados em desfavor dos prédios federais que representam os três Poderes da República, patrimônio tombado da Humanidade, com a destruição de símbolos de valores inestimáveis, deixando a sociedade em estado de choque com os atos que se concretizaram no fatídico 8 de janeiro de 2023” , acrescenta a petição, que classifica o episódio como um “atentado ao Estado Democrático de Direito com o fim de impedir o exercício dos poderes constitucionais”.