20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

Tudo certo, nada resolvido

Bernal pode pagar Solurb para evitar nova crise do lixo: 'Capital não é cidade de caloteiros'

A prefeitura pagou, a CG Solurb voltou a trabalhar, mas nem por isso todo o problema da coleta do lixo foi resolvido na cidade. Vários bairros estão com lixo espalhado, devido aos vários dias de paralisação e de acordo com a empresa, somente em 20 dias seria resolvida toda a coleta. Pior do que todo esse caos que a cidade está vivendo, seria uma nova paralisação da Solurb, caso não haja pagamento novamente da prefeitura no dia (1). 

Prevendo essa situação, durante evento na manhã desta segunda-feira (28) no gabinete da esplanada, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) voltou a falar a quantidade de verba que a Solurb já recebeu, mas não descarta novo depósito para ‘aliviar’ a crise com empresa. 

“Nós vamos viabilizar condições para pagar nossos servidores e os fornecedores de serviços essenciais. A Solurb já recebeu R$ 58 milhões de reais somente este ano, se for preciso nós depositaremos novamente no poder judiciário em nome do sindicato o salário dos trabalhadores e vamos fazer uma análise de todas as notas fiscais, para ver se realmente corresponde aquilo que estão tentando receber. Campo Grande não é um município de caloteiros, tudo que for comprovado e serviço executado vai ser pago”, decretou o prefeito. 

Pagamento linear
Sobre o pagamento dos servidores, a resposta de Bernal é que os pagamentos ainda serão feitos de forma linear. “O pagamento continua linear, até o fim do ano, quero deixar claro que já foi efetuado o pagamento do vale-alimentação, desmentindo algumas pessoas que colocaram isso em dúvida”, disse o prefeito.