16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

"Guerra sem fim"

Queda de braço entre Bernal e Solurb continua: Eles estão fazendo 'serviço meia-boca'

A queda de braço entre o consórcio CG Solurb e a Prefeitura de Campo Grande, ainda não acabou. O prefeito Alcides Bernal (PP) pretende procurar conselhos jurídicos com a Procuradoria Jurídica do Município para resolver o ‘problema’ contratual com a empresa de coleta de lixo. Mesmo com o retorno das atividades de coleta de lixo, após 11 dias de greve sob alegação de falta de repasse de pagamento por parte da Prefeitura, vários bairros continuam com muito lixo acumulado ou espalhado. De acordo com o prefeito, a empresa voltou a trabalhar mas está fazendo “corpo mole”. “A Solurb tem demonstrado que cumpre as ordens judiciais pela metade. Fazendo ‘meia-boca’, descumprindo contrato e dando motivos para que a gente faça uma intervenção, um ‘distrato’. Vou convocar a equipe jurídica para analisar o contrato da Solurb e ter uma definição imediata sobre isso”, disse o prefeito. 

Para verificar se está ocorrendo possível quebra de contrato, a prefeitura está fazendo uma operação para fiscalizar diversos pontos da cidade, sob “os olhares” da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande (Agereg) e da Secretaria Municipal de Ifraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha).

Quem fica na expectativa é o Campo-grandense, que mesmo tendo que lidar com uma “Lama Asfáltica, e uma “Coffe Break” não merece esperar o que vai acontecer sentindo cheiro de “chorume” e correndo risco de terem doenças devido à sujeira da cidade.