17 de junho de 2021
Campo Grande 26º 15º

Com o fim da era Puccinelli, PTdoB luta por independência

O PTdoB optou por soltar as amarras que o manteve como um apenso do governo Puccinelli, e caminha para a candidatura própria

A- A+

Ficou claro esta semana que o PTdoB do Mato Grosso do Sul ficou em pé e pretende, mais do que dar os primeiros passos sem o apoio das mãos protetoras do ex-governador André Puccinelli, andarilhar pelo mundo. Se o lançamento prematuro da candidatura do deputado Márcio Fernandes foi um limão a provocar caretas, os vereadores do partido na Capital trataram logo de fazer uma limonada.

Flávio César, vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campo Grande e o mais experiente entre os vereadores da legenda na Capital, disse que o lançamento da candidatura própria é irreversível e o nome será anunciado até o mês de maio deste ano. Concorrem à indicação o próprio Flávio, os deputados estaduais Márcio Fernandes e Mara Caseiro e o ex-comandante da Polícia Militar e suplente da Assembleia Legislativa, Coronel David.

“A candidatura lançada ainda este ano, ainda que pareça prematura, é a forma que o partido definiu após análises da conjuntura política, de consolidar essa nova fase da legenda. Não acreditamos que haverá desgaste da candidatura, pelo contrário, nos dará o peso necessário para dar a necessária substância e permitir a composição de uma chapa forte, que nos permita aumentar o número de vereadores na Capital e a ampliação das bases no interior”, disse Flávio César.