18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Defesa de Delcídio questiona prisão e manifesta inconformismo com decisão do STF

A defesa do senador Delcídio do Amaral (PT) emitiu nota oficial em que se manifesta inconformada diante da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que autorizou prisão do senador ocorrida na manhã desta quarta-feira (25).

Segundo nota, assinada pelo advogado Maurício Silva Leite, a defesa questiona a ordem de prisão ter sido decretada sem haver acusação formal contra senador e também põe em cheque as informações prestadas em depoimento pelo ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. 

Delcídio está detido na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, desde início da manhã desta quarta-feira (25) após ter sido preso no hotel onde reside na capital federal. Pela manhã, policiais federais em Campo Grande cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do senador e também no escritório deles. Entre objetos levados está um cofre.

O senador é suspeito de tentar atrapalhar investigação da Operação Lava Jato e oferecer condições de fuga a Nestor Cerveró em troca do silêncio do delator. Neste momento, o Senado inicia sessão extraordinária para decidir se mantém a prisão de Delcídio. Confira nota na íntegra. 

"A defesa do Senador Delcídio do Amaral manifesta inconformismo em relação à decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal e a convicção de que o entendimento inicial será revisto. Questiona-se o fato de que as imputações tenham partido de um delator já condenado, que há muito tempo vem tentando obter favores legais com o oferecimento de informações. Questiona-se também a imposição de prisão a um Senador da República que sequer possui acusação formal contra si. A Constituição Federal não autoriza prisão processual de detentor de mandato parlamentar e há de ser respeitada como esteio do Estado Democrático de Direito.

Maurício Silva Leite, advogado do Senador Delcídio do Amaral"

Leia também

• Deputado tucano rebate Zeca e espera que prisão de Delcídio “sirva de exemplo”

• Delcídio não escapa de protestos nas redes sociais e população lamenta “MS está de luto”

• Após prisão de Delcídio, Governo vai anunciar novo líder no Senado na próxima semana