27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

CRISE

Haddad: "É duro ter que lidar com um vírus e um verme, simultaneamente"

O respeito por Bolsonaro despenca cada vez mais, junto com a sua popularidade

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad postou em sua conta do Twitter, na manhã desta segunda-feira (23) a frase: “É duro ter que lidar com um vírus e um verme, simultaneamente”.

 

 

Bolsonaro, em um primeiro momento, minimizou o perigo do coronavírus, dizendo que se tratava de “histeria” propalada pela mídia. Depois, insuflou manifestações públicas em seu favor e contra outros Poderes.

No dia 15, participou de ato e abraçou pessoas mesmo estando sob recomendação de isolamento devido aos casos de contaminação na comitiva de sua viagem aos EUA.

Em consequência disso, pesquisa Datafolha, divulgada nesta segunda-feira, mostra que a gestão de Bolsonaro diante da crise do coronavírus é mais mal avaliada do que a dos governadores de estado.

Governadores são vistos como ótimos ou bons em seu trabalho diante da pandemia por 54%. Já Bolsonaro tem sua gestão da pandemia aprovada por 35% das pessoas pesquisadas.

A avaliação de Bolsonaro é considerada ruim ou péssima por praticamente metade dos paulistanos. Segundo pesquisa Ibope resultante de parceria entre o instituto de pesquisas, o Estado e a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), 40% dos moradores da capital paulista consideram a gestão de Bolsonaro péssima e apenas 8% a consideram ruim.