13 de agosto de 2020
Campo Grande 34º 21º

Mandetta descumpre lei investe 91% de seu patrimônio em campanha eleitoral

O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), investiu neste ano para a sua reeleição, 91% do seu patrimônio para pagar as contas de campanha. Com isso, o parlamentar contraria a resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) do ano passado, que veda a contribuição com recursos próprios superior a 50% do patrimônio declarado, no imposto de renda de 2013.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, Mandetta investiu valor superior a R$ 580 mil de recursos próprios, representando os 91% do patrimônio, conforme a declaração do Imposto de Renda.

Outros deputados também estão na mesma situação, com investimentos superiores a metade do patrimônio, para o pagamento das despesas da eleição. Ainda conforme a Folha, o patrimônio real dos candidatos é superior ao declarado a Justiça Eleitoral, já que neste cenário se analisa o valor histórico dos imóveis, sem correção, ao valor de mercado.

O democrata teria afirmado a Folha de S.Paulo que vendeu 400 cabeças de gado, que não foram indicados na declaração de bens, que estão na Declaração Anual do Produtor, restando ainda 250 deste rebanho.

Mandetta disse á Folha que teve que tomar essa decisão após as doações “quase pararam" em função da morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB) e que uma série de compromissos de campanha precisavam ser cumpridos.

Mandetta teve 57.374 votos, o que representa 4,49% do eleitorado, sendo o sexto deputado federal mais votado de Mato Grosso do Sul.

Tayná Biazus