22 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Puccinelli afirma que Fundersul tem dinheiro de sobra para dividir recursos com municípios do interi

O governador André Puccinelli (PMDB) defendeu o Projeto de Lei nº 057/2014, encaminhado ontem à Assembleia Legislativa, que permite o uso 50% dos recursos arrecadados pelo Fundersul-Combustíveis (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul) para construção, manutenção e melhoramento de vias públicas nos municípios do interior do Estado. O projeto não foi bem recebido pelos produtores rurais que tentam extinguir a taxa e alegam que podem ser prejudicados uma vez que são os principais "mantenedores" do fundo, que tem como objetivo melhorar as condições das rodovias estaduais utilizadas para escoamento de mercadorias produzidas pelo setor agropecuário do Estado."O governo não faz lei para descontentar e sim para melhorar qualidade de vida das pessoas. Os produtores não utilizam só a estada, eles usam as vias  municipais também", afirma Puccinelli. Ao contrário do que foi divulgado e do que os produtores rurais afirmam, o governador explica que o valor previsto no projeto que será destinado à manutenção e melhorias das vias públicas municipais é de 50% sobre o Fundersul-Combustível. "Hoje, o  Estado vende mais ou menos 40 milhões de litros por mês de álcool e gasolina e mais ou menos 100 milhões de litros de diesel. O valor investido será sobre o diesel que arrecada até R$ 9 milhões por mês. Ou seja, vamos investir cerca de R$ 4,5 milhões nas cidades do interior." Segundo o governador, o Fundersul arrecada cerca de R$ 300 milhões ao ano e o valor repassado aos municípios não afeta a manutenção das estradas, pois é um valor que "está sobrando", de acordo com Puccinelli. "O Fundersul tem excesso de dinheiro para ser aplicado na zona rural, no interior e continuaremos aplicando R$ 130 milhões nas estardas, só R$ 4,5 vai para o interior". Heloísa Lazarini e Tayná Biazus