22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

Comissão de Ética

Oitivas com testemunhas de vereadores investigados na Coffee Break começam dia 25

A- A+

O presidente da Comissão de Ética, vereador João Rocha (PSDB), confirmou que recebeu nesta quarta-feira (18) a relação de testemunhas que irão depor na investigação da Câmara sobre suposta quebra de decoro dos vereadores investigados na Operação Coffee Break. 

Rocha também confirmou que as oitivas começam a partir da próxima quarta-feira (25). “Fizemos essa orientação aos vereadores que apresentaram um número acima do excessivo e foi necessária essa redução para otimizar tempo na análise dos documentos. As oitivas agora começam na próxima quarta-feira (25) e vamos continuar com a apuração dos fatos e fazer o trabalho que a Comissão de Ética tem por sua competência fazer”, destacou Rocha. 

“Lamento”

Na oportunidade, ao MS Notícias, Rocha lamentou a situação de cassação dos colegas da casa definida pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por acusações de compra de votos nas eleições de 2012. “É muito difícil falar, são pessoas que sempre trabalharam firmes e tem um histórico de ações importantes para a nossa Capital, vamos esperar quais serão os procedimentos da Justiça, mas de qualquer forma é um momento difícil e triste para a Casa”, comentou o vereador. 

A Câmara agora aguarda uma notificação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para convocar e empossar os novos vereadores após a cassação. Com cassação, assume no lugar de Thais Helena, Roberto Santos Duraes, do PT (1890 votos), no lugar de Delei Pinheiro, assume Juliana Zorzo  do PSC (2882 votos) que já ocupou cadeira na Câmara como suplente e Herculano Borges, e no lugar de Paulo Pedra, o vereador Eduardo Cury do PTdoB (3440 votos) tem cadeira garantida.