25 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

ELEIÇÕES 2022

Vídeo: recuo de Bolsonaro é "forçação", diz Capitão Contar

A intenção do político é tentar convencer o eleitorado em Mato Grosso do Sul de que Bolsonaro jamais recuaria de sua palavra

A- A+

Na análise de Capitão Contar (PRTB), o Presidente da República estaria sendo manipulado, por Tereza Cristina (PP), a recuar de um apoio declarado em rede nacional. "Acabo de saber que a Tereza Cristina foi às pressas a Brasília gravar um vídeo com o presidente para ele ficar neutro no 2º turno”, disse Contar, dando a compreender que Jair Bolsonaro (PL) não faria isso por vontade própria. A intenção do político é tentar convencer o eleitorado em Mato Grosso do Sul de que Bolsonaro jamais recuaria de sua palavra, o que não é verdade. Bolsonaro é acostumado a falar e depois recuar, assim como afirmar que não falou algo que, em muitos casos, existem gravações que comprovam que de fato ele falou. 

No vídeo nas redes sociais, Contar tentou desqualificar o apoio firmado pelas siglas PL e PP com a candidatura de Eduardo Riedel (PSDB). Mostramos aqui no MS Notícias que 24h após Bolsonaro declarar apoio a Contar, Tereza Cristina gravou um vídeo desautorizando a fala do mandatário, explicando que por meio de documento ele havia se comprometido em apoiar a candidatura de Riedel. 

Toda essa movimentação ocorreu após na noite de 29 de setembro, durante o debate na TV Globo, ao ser pressionado pela então candidata à presidência e senadora bolsonarista de MS, Soraya Thronicke, Bolsonaro acabou literalmente "dando um passo maior que a perna", ao sugerir que seu eleitorado em MS apoiasse Contar. Isso confrontou documentos oficiais nos quais ele havia firmado seu apoio ao palanque tucano em MS.

Contar disse que a filmagem capitaneada por Tereza Cristina foi “forçação (sic) de barra tentando salvar o tucano já passou dos limites”. A ex-ministra da Agricultura publicou a declaração em seu perfil no Instagram na 4ª feira (5.out.2022) à tarde, mas tudo indica que a gravação foi feita na 2ª (3.out) ou na 3ª feira (4.out). Tanto Tereza Cristina quanto o presidente apareceram no vídeo com roupas diferentes das que usavam nesta 4ª-feira no encontro de Bolsonaro com senadores aliados, no Palácio da Alvorada.

Eis o vídeo:  

Além da posição dada por Bolsonaro na Globo, o mandatário também pediu voto para Contar numa live realizada no sábado (1 de outubro de 2022), um dia antes da eleição. No vídeo, Bolsonaro afirmava que se fosse o povo de MS "ficaria com o Capitão Contar".