12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Adriano não vai comentar denúncia sobre associação com o tráfico

A- A+

O jogador de futebol Adriano ainda não vai se pronunciar sobre a decisão do Ministério Público do Rio de Janeiro desta terça-feira (4). A assessoria do atleta informa que ele não foi comunicado oficialmente sobre a denúncia de associação ao tráfico oferecida pelo MP, como mostrou o Bom Dia Rio. Segundo o site G1 a investigação começou por causa de uma moto. Inquérito policial de 2008 mostra que  Adriano comprou uma moto para o traficante Paulo Rogério de Souza Paz, o "Mica”. A motocicleta foi registrado no nome da mãe do criminoso que, segundo as investigações, é amigo de infância de Adriano. O MP denunciou Adriano à Justiça por Associação para o tráfico e falsidade ideológica. A princípio o promotor responsável pelo caso não pediu a prisão, mas recomendou a apreensão do passaporte do jogador e a justiça ainda vai decidir se aceita ou não a denúncia. Na ocasião em que a moto foi comprada, a Vila Cruzeiro, onde Adriano nasceu e foi criado, ainda era dominada pela facção da qual o traficante Mica faz parte. Segundo a denúncia, Mica era a "pessoa que autorizava ou não a entrada e saída de pessoas e a realização de eventos na região" e precisaria de "veículos velozes e legalizados para circular fora das comunidades sem chamar a atenção da polícia. O jogador ainda não comentou a denúncia do Ministério Público. Adriano que já jogou pelo Flamengo e pela seleção brasileira, está na França, onde negocia um contrato para a próxima temporada. Leide Laura Meneses