18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

POSTO PEGORARO

Caminhoneiro, 'Beto' é esmagado por carreta do amigo; problema no freio

Morador de Rondonópolis, caminhoneiro ficou embaixo da roda e não resistiu nesta segunda-feira  (10. maio)

A- A+

Gilberto Kupkowski, de 45 anos, conhecido como ‘Beto’ morreu hoje (10. maio) ao deitar-se embaixo da carreta de um outro caminhoneiro, Gomide Gomez de Brito, de 67 anos, para tentar o ajudar a consertar o veículo após um defeito no freio. O acidente fatal aconteceu no posto de combustíveis Pegoraro (há 60 km da cidade) na BR-163, em Coxim, no interior de Mato Grosso do Sul. 

Segundo a polícia de Coxim, os caminhoneiros trabalham numa mesma empresa de transporte e seguiam em duas carretas que saíram de Maringá (PR) com destino à Rondonópolis (MT), onde deveriam descarregar.

A dupla de caminhoneiros pernoitou no posto de combustíveis, tomou café e quando iriam partir nessa manhã, a carreta de Gomide apresentou defeito no freio. Na tentativa de ajudar o amigo, ‘Beto’ deitou sob a carreta para verificar se o ajudava a destravar o freio. “Deitou-se sobre a carreta e um parafuso escapou, fazendo com que o veículo perdesse o freio e a roda dianteira da carreta veio a passar sobre o corpo da vítima”, explicou o investigador de plantão na delegacia de Coxim. 

Gomide estava ao volante no momento do acidente e ao notar a situação deu ré no veículo, rapidamente, o socorro foi acionado. 

Ainda de acordo com o investigador, uma ambulância da CCR MSVia, foi acionada e os socorristas tentaram reanimar ‘Beto’, mas não conseguiram e ele morreu após uma parada cardíaca. 

Gomide foi conduzido à delegacia onde presta esclarecimentos e na sequência deve ser liberado. “A princípio ele é suspeito de homicídio na condução de veículo automotor..., mas ao que tudo indica foi uma fatalidade”, explicou o policial. 

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Coxim. Familiares de Gilberto se deslocaram de Rondonópolis e irão até o município para a liberação do corpo.