27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Segurança

Com ajuda de câmeras, agentes monitoram detentos em Jardim

Câmeras de vigilância instaladas no Estabelecimento Penal Máximo Romero, em Jardim, estão ajudando a reforçar a segurança no local. O sistema foi implantado há menos de um mês e está auxiliando os agentes penitenciários na vigilância e monitoramento, tanto interno quanto externo, na unidade prisional.

Para a implantação do sistema, o estabelecimento prisional contou com o apoio da direção da Penitenciária de Naviraí e da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

De acordo com o diretor do presídio, Ramão Dario Ricardi, as câmeras foram instaladas em pontos estratégicos da unidade. “São equipamentos de excelente resolução e alto alcance”, garante o dirigente. “Pelo monitor, tudo é acompanhado por um agente penitenciário e as informações ainda ficam gravadas em um disco rígido , caso sejam necessárias averiguações futuras”, completa.

Segundo o administrador do presídio, agente Zacarias Martins Antiqueira, apesar de o sistema já ser um grande avanço para o presídio, está sendo estudada uma nova aquisição de mais itens de monitoramento, reforçando ainda mais a segurança no local e auxiliando os servidores em seu trabalho.

A melhor visualização dos espaços está contribuindo, também, para o melhor monitoramento da muralha, que, por a unidade estar em área urbana e haver grande fluxo de pessoas nos arredores, tem como problemática constante o arremesso de materiais proibidos por cima do muro, conforme aponta o chefe de Segurança e Vigilância do Estabelecimento Penal, Gilson Lino Filho.

“As câmeras auxiliam o corpo de segurança, no que se diz respeito ao monitoramento. Para se ter uma ideia, desde a data da instalação obtivemos grande êxito na apreensão de entorpecentes e celulares arremessados”, aponta o agente penitenciário”, afirma. (Com Assessoria)