11 de abril de 2021
Campo Grande 33º 22º

Em 2015, DOF apreendeu 47 toneladas de drogas

A direção do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) divulgou nesta segunda-feira (4) o balanço anual das ações desenvolvidas pelo departamento e apreensões realizadas no período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2015.

Foram mais de dez mil bloqueios policiais em rodovias federais, estaduais e vicinais; 55 mil veículos abordados; 50 mil pessoas abordadas e checadas nos sistemas de informação e inteligência; aproximadamente 500 mil quilômetros de patrulhamento itinerante nos 51 municípios que estão na linha e faixa de fronteira do estado de Mato Grosso do Sul com a Bolívia e o Paraguai.

Os trabalhos resultaram na apreensão de 47 toneladas de entorpecentes dos quais 46,5 toneladas são de maconha, 290 quilos de cocaína, 70 quilos de haxixe, 30 quilos de pasta base de cocaína, além de cinco quilos de crack e cinco mil comprimidos de ecstasy.

O DOF conseguiu tirar de circulação 53 armas de fogo, 3.400 munições, 1,4 mil pneus, nove toneladas de confecções, quatro de brinquedo, três mil frascos de perfumes e 250 mil cartelas de medicamentos, um milhão de pacotes de cigarros, além de outros itens e prisões. O prejuízo do crime organizado na fronteira com as apreensões é estimado em aproximadamente R$ 150 milhões.

De acordo com o balanço, houve uma queda na apreensão de maconha em cerca de 24%; aumento na apreensão cocaína em cerca de 5% e aumento de 48% na apreensão de haxixe, comparados ao ano de 2014.

Grande parte dessas apreensões se deram no Sul do Estado, nas regiões de Amambaí, Coronel Sapucaia, Caarapó e Ponta Porã, que fazem fronteira com o Paraguai.