01 de julho de 2022
Campo Grande 30º 19º

NACIONAL | UMBAÚBA (SE)

Genivaldo morre asfixiado por bomba de gás em viatura e PRF diz que foi 'mal súbito'

Vítima tinha diagnóstico de esquizofrenia; vídeo mostra a polícia o matando (imagens fortes)

A- A+

Após asfixiar Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, dentro de uma viatura, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), diz, porém, que ele morreu por ‘mal súbito’. A família revelou que a vítima tinha diagnóstico de esquizofrenia e não tinha nenhum histórico de agressividade. Ele estava desarmado, quando foi abordado pela PRF, na cidade sergipana de Umbaúba, na tarde de quarta-feira (25.mai.22)

Wallyson de Jesus, sobrinho da vítima, disse que a PRF abordou Genivaldo enquanto ele pilotava uma moto. Até o momento, não se sabe o que provocou a abordagem. “Eu estava próximo e vi tudo. Informei aos agentes que o meu tio tinha transtorno mental. Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, disse Wallyson.

Nervoso, Genivaldo tentou resistir à abordagem. Dois policiais, então, usaram a força para conter a vítima e chegaram a amarrar os braços e pernas antes de colocá-lo dentro da viatura.

Um vídeo amplamente divulgado na internet, mostra oficiais segurando a ‘tampa’ do porta-presos da viatura, enquanto Genivaldo se debate dentro do veículo. Veja abaixo: 

"Por todas as circunstâncias, diante dos delitos de desobediência e resistência, após ter sido empregado legitimamente o uso diferenciado da força, tem-se por ocorrida uma fatalidade, desvinculada da ação policial legítima", diz a equipe da PRF, em boletim de ocorrência.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, entretanto, apontou que Genivaldo sofreu insuficiência respiratória aguda provocada por asfixia mecânica, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Em protesto, manifestantes bloquearam a rodovia na manhã desta quinta-feira (26.mai.22).

Em nota, a Polícia Rodoviária Federal em Sergipe diz que abriu um procedimento disciplinar para apurar a conduta dos policiais envolvidos.

VELÓRIO

Genivaldo foi aplaudido por poulares em seu enterro nesta quinta. Veja o vídeo: 

A cerimônia aconteceu no povoado Mangabeira, em Santa Luzia do Itanhy, na casa da mãe dele. 

Emocionada, a esposa, Maria Fabiana dos Santos, disse em entrevista que o marido “nunca fez mal a ninguém”. Ele era pai de um filho de 7 anos. "Sempre fez questão do tratamento dele. Sempre fez questão de ir ao médico, de tomar a medicação certinha. Nunca teve problema, tinha uma vida normal. Era uma boa pessoa. Um bom marido, um bom pai, um bom amigo. Nunca fez mal a ninguém", lamentou a viúva.  

REVOLTA 

Moradores de Umbaúba se revoltaram contra o assassinato de Genivaldo. Vídeos mostram queimas de pneus que levaram a interdição da BR-101 na manhã desta quinta-feira (26.mai.22). Eles cobram a punição aos militares pelo assassinato numa câmara de gás improvida. A técnica é semelhante a usada por Adolf Hitler.

Veja a reação da população: 

NOTA DA PREFEITURA 

A Gestão Municipal de Umbaúba gostaria de deixar claro que repudia a conduta dos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no incidente que resultou na morte do cidadão Genivaldo Nascimento de Jesus Santos. As imagens gravadas pelos nossos munícipes mostram claramente a postura truculenta e questionável dos profissionais. Informamos à população que já prestamos solidariedade à família e que estamos acompanhando o caso.

Registramos o nosso repúdio e prestamos condolências aos familiares e amigos da vítima.

Prefeitura de Umbaúba