14 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

Estelionato

Golpista 'irresistível' se passa por policial e engana mulheres

"A vítima comprou um Iphone, equivalente a R$ 4 mil"

Carlos Roberto Pereira Junior (27), foi preso nas escuras desta quinta-feira (28), depois de aplicar um golpe em mulher de 30 anos. Segundo a polícia, a vítima comprou um celular de R$ 4 mil para o suspeito, depois de conhecê-lo em um aplicativo de relacionamento.

O acusado se passava por policial federal e teria convencido a mulher a comprar para ele um aparelho celular  avaliado em 4 mil reais, dizendo-a que na semana seguinte a reembolsaria. Ocorre que Pereira já tem nove passagens por estelionato.

Boletim

De acordo com a polícia, a vítima contou que conheceu Carlos em um aplicativo de relacionamento chamado Happn. Os dois passaram a se encontrar e o rapaz teria dito à mulher que é policial federal.

Alguns encontros depois, Carlos disse a ela que precisava de um celular, mas estaria com um problema na conta, perguntou se a mulher não poderia comprar o aparelho, e prometeu que na semana seguinte ele a faria o reembolso.

Encantada com o rapaz, a vítima disse a polícia que comprou um Iphone, equivalente a R$ 4 mil, e entregou a Carlos. A partir daí, o relacionamento mudou e ele já não a atendia mais como antes, o relacionamento mesmo antes de ter sido um "conto de fadas", se transformou em um crime na vida real.

Na quarta-feira, depois de cobrar o valor pago pelo celular por várias vezes e não obter resposta, a mulher percebeu que se tratava de um golpe e decidiu registrar o caso na polícia.

Carlos foi preso na casa em que mora, no bairro Caiobá. Ele nega que seja estelionatário, diz que o pai é militar e não precisa praticar crimes.

Ficha

Conforme a polícia, Carlos já tem outras 9 passagens por aplicação de golpes semelhantes ao último caso. Em um deles, a vítima comprou um carro para o suspeito, no valor de R$ 80 mil. Ele também responde por furto e receptação.