22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Homem denuncia roubo de carro e indica ex como mandante do crime

A- A+

A PM ( Polícia Militar) de Três Lagoas, por volta das 21h de ontem, recebeu um chamado de  um vigilante de 36 anos, que solicitou a presença dos policiais para atender um suposto crime de roubo e segundo ele, a mandante do delito seria sua ex-companheira.

Em sua versão apresentada à equipe de reportagem do portal TL Notícias, o homem informou que há três meses rompeu um relacionamento amoroso com sua ex-mulher e que teria ficado de posse de um automóvel HB20 de cor branca ano 2014. O pagamento pelo carro foi feito com pagamento de entrada com uma motocicleta Honda Biz e em troca, o comunicante também assumiria parcelas de quase R$ 1.000,00, porém o automóvel está em nome de sua ex-mulher.

Neste período, três parcelas do automóvel atrasaram e segundo a suposta vítima, teria deixado isto acontecer para quitar o carro com a financeira pelo valor de R$ 12 mil. Devido à dívida no carro, o homem acredita que sua ex-mulher “armou” para tomar o veículo de sua posse.

Após um telefonema da ex, um encontro foi marcado com a suposta vítima na Rua Carlos Leituga, esquina com a Rua Santa Amélia, no Jardim Caçula. Segundo o comunicante, no local marcado, três pessoas se aproximaram e ordenaram – sob ameaças de morte - que o carro fosse entregue a eles, o que foi feito.

A guarnição policial foi ao local e realizou rondas na região para tentar encontrar a suposta mandante do crime e seus “capangas”, mas ninguém foi encontrado.

Devido o vigilante não possuir nenhum recibo de compra e venda ou outro documento que comprovasse a posse do carro supostamente roubado, a polícia constatou que tudo não se passou de um desacordo comercial e orientou o homem – caso se sinta lesado – em procurar a Polícia Civil ou a Justiça para o ressarcimento dos supostos prejuízos e processar sua ex-mulher.

 Leide Laura Meneses com Marco Campos