04 de agosto de 2021
Campo Grande 28º 14º

Jovem socorre amigo embriagado, leva-o para casa e sofre tentativa de homicídio com 5 tiros

A- A+

Um jovem de 20 anos que não quis ter o nome revelado pela reportagem é mais uma vítima da violência provocada sob o efeito da bebida alcoólica. Por pouco, o que seria uma gentileza para um amigo, não se transformou em tragédia. A vítima, identificada apenas pelas iniciais; D.D.M.M, sofreu atentado contra a vida por volta das 0h15 desta quinta-feira no Bairro São Bento por disparo de arma de fogo.

Foram pelo menos cinco tiros disparados por Jonei Ximenes Gomes, de aproximadamente 49 anos. Segundo relatos da vítima, Jonei estava em companhia da esposa (professora Neuza) numa Pizzaria localizada na Avenida Dorvalino dos Santos. Ele estava em visível estado de embriaguez, por esta razão, Neuza pediu que o jovem pilotasse a motocicleta do esposo até sua residência.

Por ser amigo da família e ex-aluno da professora, o rapaz não só aceitou fazer a gentileza, como passou a chave de seu veículo, um Fiat Uno, a um amigo para que pudesse transportar o casal. Chegando ao endereço da moradia, na Rua da Aviação (proximidades dos Camelos), Jonei começou a ofender o rapaz com palavras de baixo calão afirmando que o mesmo havia causado danos a sua motocicleta.

Segundo informações colhidas no local, a vítima tentou argumentar, mas percebeu que Jonei estava armado ao levar a mão à cintura. “Vi quando sacou da arma, um 38 eu acho, e antes que disparasse o primeiro tiro, consegui dar um pontapé na mão dele. Foi o que me salvou porque daí sai correndo desesperado pela Rua”, conta.

O agressor não desistiu, saiu correndo atrás do jovem com o revolver em punho e disparou pelo menos cinco vezes. O caso deixou a vizinhança em pânico que chamaram a Polícia Militar. Com a chegada dos policiais o acusado se trancou no interior da residência.

Até o fechamento desta matéria não havia informações sobre o desfecho do caso. Apesar de estar abalado o rapaz nada sofreu. Jonei é servidor público municipal e irmão de Jodimar Ximenes Gomes, acusado de prática de aborto e ocultação do cadáver da jovem Marielly Barbosa Rodrigues em maio de 2011.

Região News