21 de junho de 2021
Campo Grande 27º 16º

PMA apreende carretas com madeira ilegal

A- A+

A Polícia Militar Ambiental do município de Campo Grande, realizaram na tarde de ontem, na rodovia MS – 306 fiscalização de rotina e apreenderam três carretas com carga de madeira serrada transportada ilegalmente.

Uma das carretas, com placa de Porto dos Gaúchos (MT), local de domicílio da empresa proprietária do produto ilegal, transportava para Andradina (SP), carga em excesso de 7,2 m³, ao que constava na autorização ambiental (Documento de Origem Florestal - DOF) e na nota fiscal. A empresa foi multada em R$ 15.300,00.

O segundo veículo seguia com destino a Nova Santa Helena (MT), local de domicílio da empresa proprietária do produto ilegal, para Mairiporã (SP), com excesso de 5 m³ de madeira. A empresa foi multada em R$ 13.200,00. A última carreta, pertencente a uma empresa de Porto Velho (RO) seguia daquela cidade para Andradina (SP), com excesso de madeira de 4,3 m³. A empresa foi multada em R$ 9.000,00.

Além da ilegalidade do excesso de madeira, o itinerário que constava na documentação ambiental, o DOF (Documento de Origem Florestal) não passava por Mato Grosso do Sul, o que é ilegal e também estava vencido, o que por si só caberia apreensão e autuação. O material apreendido e os veículos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Cassilândia. Os responsáveis pelas empresas responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Tem sido comum este tipo de apreensão de madeira advinda da região Norte do Brasil. Os madeireiros conseguem a guia para uma quantidade de madeira e enviam a mais, para não pagar a reposição florestal, ou para passar madeira produto de desmatamento ilegal.

Tayná Biazus com informações da PMA