28 de fevereiro de 2021
Campo Grande 33º 21º

PMR inicia Operação Fim de Ano e orienta motoristas para reduzir acidentes em rodovias estaduais

O 14º Batalhão de Policia Militar Rodoviária de Mato Grosso do Sul iniciou nesta terça-feira (22) “Operação Fim de Ano”.

Segundo Coronel Waldir, comandante do batalhão, o objetivo é fiscalizar rodovias estaduais e orientar motoristas para evitar acidentes, principalmente, acidentes com vítimas fatais. Em 2015, houve redução de 40% no número de acidentes com vítimas fatais em relação a 2014. Em no caso de acidentes com vítimas não fatais, a redução foi de 30%. 


Ao todo, vão participar da operação 120 policiais. "Temos que garantir cumprimento da legislação de trânsito, evitar excesso de velocidade, e principalmente ultrapassagem em locais proibido", explica Cel.

Para pessoas que pretendem viajar, entre as orientações gerais, Cel. Waldir ressalta importância do uso do cinto de segurança. "O cinto é fundamental, vemos que em muitos acidentes pessoas poderiam não ser vitimadas se estivessem usando cinto de segurança. No caso das crianças, é preciso fica atento ao uso coreto das cadeiras e assentos". Ainda segundo Cel. Waldir, para garantir viagem segura é fundamental que motorista esteja descansado, que viagem seja feita durante dia, se possível, e em casos de chuva intensa, o ideal é estacionar veículo em locais seguros.

Balanço Parcial 2015

Até novembro de 2015, conforme dados da PME, as ações da polícia resultaram na apreensão de: 74,8 toneladas de drogas; 997 mil caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai; 23 armas e ainda foram cumprido 15 mandados de prisão e 88 veículos furtados e/ou roubados foram recuperados. O prejuízo para tráfico de drogas, estimado com ações da PMR, em 2015, é de R$ 150 milhões. 

Foram vistoriados 192.431 veículos, 367 veículos apreendidos, e 211.674 motoristas abordados. 

Parceria com Detran  

Para ajudar no trabalho de fiscalização da Polícia Militar Rodoviária, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) firmou parceria que garantiu otimização do trabalho dos policiais quanto à identificação de motoristas dirigindo em alta velocidade. Desde início de 2015, este resultou na aplicação de 6620 multas. 

Segundo Coronel Waldir, o Detran disponibiliza veículo próprio equipado com redar específico chamado OCR, capaz de rastrear veículos em até seis faixas de via nos dois sentidos, o que permite identificação de maior número de veículos em distâncias maioires.