05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Polícia Civil afirma que não recebeu nenhum registro sobre "Golpe da Gostosa"

A respeito do “Golpe da Gostosa”, a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul esclareceu, por meio de nota, que não existe qualquer registro oficial de mencionada ocorrência policial, e que por isso, não há nenhum inquérito em andamento para apurar caso ao contrário da informação anteriormente divulgada que dizia que o suposto vereador vítima do golpe havia pedido sigilo sobre sua identidade.

A nota ainda traz informação que a Polícia Civil não trabalha com investigações informais e que é preciso registro oficial, ou seja, Boletim de Ocorrência para dar início a qualquer investigação.

O caso veio á tona depois de matéria divulgada na imprensa local sobre suposto vereador de Campo Grande que desconfiou ser vítima de golpe de uma mulher que se dizia média e se apresenta como Naielly Rosa no Facebook onde tinha perfil “fake” com fotos de artistas como Andressa Urach. Na conversa, a médica pedia dinheiro emprestado para comprar passagem aérea do Rio para Capital para fugir de um possível marido agressor.