30 de novembro de 2021
São Paulo 39º 24º

Policial reage a assalto e acaba morto na Capital

A- A+

No início da noite de hoje, um investigador da Polícia Civil foi baleado e morto após trocar tiro com um assaltante mascarado, que tentava assaltar uma farmácia na rua Brilhante, na Vila Bandeirantes. Weslen de Souza Martins, 35 anos, era lotado na CGPA (Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo), em Campo Grande.

Irmão de um sargento do Bope (Batalhão de Operações Especiais), o policial que tentava defender o estabelecimento deixou três filhas. De acordo com uma nota emitida pela assessoria Polícia Civil, o policial se formou na 8ª turma do Curso de operações Aéreas do Grupo de Operações Táticas, em São Luiz, capital do Maranhão, em maio de 2012.

Ao se deparar com o assalto, o policial reagiu e acabou sendo atingido por três tiros, morrendo no local. O assaltante conseguiu fugir pela rua Argemiro Fialho, em direção à avenida Bandeirantes. O assaltante ainda conseguiu roubar um veículo Gol preto, ao chegar na esquina com a rua Alexandre Fleming e fugiu.

Os policiais encontraram o carro abandonado no bairro Coopharádio, uma hora e meia depois do crime. Com intuito de localizar o assaltante, policiais militares, incluindo equipe do Bope, e civis realizam uma mobilização pela Capital.

Dany Nascimento