29 de maio de 2024
Campo Grande 9ºC

PROFESSOR DE DANÇA

'Tom Brasil' volta a ser preso foragido em Santa Catarina

Acusado de abusar sexualmente de alunas

A- A+

O coreógrafo sul-mato-grossense Ewerton Cesar Ferriol Icasati, conhecido como ‘Tom Brasil’, de 41 anos, voltou a ser preso por crimes sexuais nesta 2ª.feira (15.mai.23), por policiais civis da Delegacia de Polícia de Porto Belo (SC). Essa matéria saiu no TeatrineTV.  

Conhecido em Campo Grande (MS), como professor de dança, ‘Tom Brasil’ foi condenado em três inquéritos de assédios sexuais contra alunas paras as quais dava aula. Ele foi preso pela primeira vez em 4 de agosto de 2021. E, acreditava-se que ele estava preso em Campo Grande desde então, mas na verdade, ‘Tom Brasil’ fugiu da justiça e existe mandado de prisão em aberto contra ele desde 01 de dezembro de 2022 na 2ª Vara de Execução Penal.

Conforme a equipe da Polícia Civil de Porto Belo, Tom foi descoberto após ser recebida uma denúncia de que um homem estava assediando alunas de uma professora de dança, que seria companheira e inclusive fazia uso das redes sociais dela para tentar contato com as alunas. “A Polícia Civil empreendeu esforços para obter a qualificação e o seu paradeiro. Foi apurado que ele estava foragido da justiça, existindo em seu desfavor mandado de recaptura”, disse a PC em nota.

“A prisão ocorreu no Bairro Sertão de Santa Luzia, em Porto Belo, após procedimentos policiais na delegacia ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Tijucas para ser recambiado ao seu estado de origem”, completou.

Tom Brasil era investigado em 10 inquéritos policiais, abertos entre 2015 e 2017, que envolveram também meninas adolescentes.