02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

"Inventar com a Diferença" é realizado amanhã na Antiga Rodoviária

A- A+

O projeto “Inventar com a Diferença”, promovido pela  UFF (Universidade Federal Fluminense) e pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, será realizado em Campo Grande amanhã, sábado, a partir das 8h no prédio Heitor Laburu, da antiga Rodoviária. Haverá a realização de apresentações do projeto e de filmes temáticos documentários e palestra com as convidadas Lidiane Lima e Carin Louro. O objetivo é  aproximar crianças e adolescentes do universo temático que cerca o cinema e os direitos humanos e propõe o estimulo do pensamento, inventividade e ações.O Inventar com a Diferença tem como público-alvo os educadores da rede pública de ensino do Brasil e transcorre em duas diferentes etapas: na primeira, os professores inscritos e selecionados participarão de um curso de formação em audiovisual e direitos humanos com duração de 20h, realizado no mês de fevereiro; na segunda etapa, os educadores realizam oficinas semanais, com duração de 2h, em suas escolas, entre março e maio de 2014, sob a supervisão quinzenal do mediador. O projeto é baseado numa metodologia descentralizadora, onde todos os professores e alunos atuam coletivamente na realização e desenvolvimento das atividades. Com essa proposta, fomenta um trabalho colaborativo, sem competição, atento ao outro, aberto às diferenças e às diferentes formas de sociabilidade, convivência e invenção. Fundindo os processos criativos do cinema com a educação, o projeto afirma o direito à diferença e dar a ver um desejo comum, que aponta para a possibilidade de criarmos coletivamente um mundo mais justo, diverso e democrático. No primeiro semestre deste ano o projeto atinge até dez escolas de diversas capitais do Brasil, inclusive em Campo Grande. O Inventar com a Diferença é baseado numa metodologia descentralizadora, onde todos os professores e alunos atuam coletivamente na realização e desenvolvimento das atividades. Tayná Biazus