04 de julho de 2022
Campo Grande 31º 23º

NOVELA PANTANAL

Saiba o verdadeiro motivo surreal da Globo ter excluído e proibido Sérgio Reis em Pantanal

Sérgio Reis participou da versão original de Pantanal, em 1990

A- A+

O remake de Pantanal estreou na Globo não tem muito tempo, mas já é um sucesso absoluto. Quem assiste à novela das nove da Globo vê uma chuva de rostos conhecidos que não costumam atuar em novelas, contando tanto com artistas que participaram da versão original, em 1990, quanto com cantores consagrados que quase não aparecem nas telinhas dessa maneira.


Com isso, um questionamento pairou no ar: por que Sérgio Reis, que atuou na Rede Manchete, não apareceu em nenhuma cena da adaptação de Pantanal escrita por Bruno Luperi? A resposta é simples: A Globo não quis.

Pantanal, desde a estreia, já apresentou muitos personagens tanto na primeira fase, quanto na segunda, e muitos deles estiveram também no folhetim original, como Paulo Gorgulho, que foi homenageado nos primeiros capítulos da novela, ou Renato Teixeira, que deu as caras em algumas cenas na última segunda-feira (16). Outro que ganhou espaço na trama foi Almir Sater, que também atuou na primeira versão e, na atual, é parte do elenco fixo como o chalaneiro Eugênio.
 

Sérgio Reis, por sua vez, deu vida a Tibério no original e desde sempre teve uma relação muito próxima da novela. Inclusive, foi ele quem convenceu Almir Sater a participar de Pantanal em 1990, transformando o amigo em um fenômeno midiático. Sater fez tanto sucesso que protagonizou Ana Raio e Zé Trovão no ano seguinte.

Já Sérgio Reis ficou tão famoso pelo papel de Tibério que ganhou diversas participações em outras novelas de Benedito Ruy Barbosa, como o sucesso de audiência Rei do Gado (1995).
 

Segundo informações apuradas pelo site NaTelinha, Sérgio Reis chegou a ser sondado para participar em caráter especial de Pantanal ainda em 2019, quando a Globo ainda estava planejando o remake. O cantor ainda teria várias músicas na trilha sonora do folhetim da emissora carioca e eternizaria voz em canções como Cavalo Preto.

Entretanto, de acordo com um funcionário da Globo, o nome de Sérgio Reis, mesmo ventilado pela Globo, foi descartado para a abertura da nova versão de Pantanal e quem ganhou espaço foi uma música de Maria Bethânia.