MS Notícias

quinta, 04 de junho de 2020

ENTREVISTA

Antecipação de auxílio-doença e requerimento por meio de atestado médico; especialista comenta

Lei prevê pagamento de 1 salário mínimo mensal durante o período de até 3 meses mediante apresentação de atestado médico

Por: REDAÇÃO08/04/2020 às 12:57
ComentarCompartilhar
Agência do INSSAgência do INSSFoto: Rodrigo Sargaço/EPTV

A Portaria Conjunta nº 9.381, publicada ontem, terça-feira (7.abril) no Diário Oficial da União, trouxe a antecipação de um salário mínimo para os segurados que têm direito ao auxílio-doença, autorizada pelo art. 4º da Lei nº 13.982/2020, que estabeleceu medidas excepcionais de proteção social a serem adotadas durante o período de enfrentamento da emergência de saúde pública internacional decorrente da Covid-19.

As últimas semanas têm sido movimentadas para o setor previdenciário, a cada dia uma medida e notícia diferente que modifica informações com relação ao direito do beneficiário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A primeira portaria publicada, nº450 em 3.abril, alterou nomes de alguns benefícios previdenciários e adaptou outros já previstos na Emenda Constitucional 103/2019. Com isso, o auxílio-doença passou a se chamar auxílio por incapacidade temporária. Pensão por morte, auxílio-acidente, auxílio-reclusão, salário-família e salário-maternidade permaneceram com os mesmos nomes. A mesma portaria regulamentou a forma como o INSS vai fazer concessões de benefício. Algumas mudanças foram devido a pandemia, no entanto, outras já eram esperadas desde a reforma da previdência. 

Ao aprovar a Conjunta nº 9.381, ficou estabelecido que requerimentos do auxílio-doença podem ser feitos por meio do aplicativo do governo federal “Meu INSS”, com atestado médico e seguindo as seguintes recomendações:  estar legível e sem rasuras, conter assinatura do profissional emitente e carimbo de identificação, com registro do Conselho de Classe, conter informações sobre doença ou CID e conter o prazo estimado do repouso necessário. Caso a incapacidade permaneça após o prazo de três meses, com o término do plantão reduzido do atendimento do INSS, o beneficiário será submetido à perícia.

É importante ressaltar que nessa portaria não definiu a antecipação do Benefício de Prestação Continuada - BPC, conteúdo que está na lei 13.982. Porém, os especialistas, como a advogada Juliane Penteado, que é previdenciarista e coordenadora titular do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário no MS e Centro-Oeste alertam para a inconstitucionalidade do valor oferecido nesse momento emergencial no que diz respeito ao auxílio-doença e também ao BPC que não é citado. É preciso ficar claro que esses valores são antecipações desses benefícios nesse momento emergencial. A constituição garante o valor de um salário mínimo para BPC e não de R$ 600,00, assim como o auxílio-doença que deve ser feito o cálculo correto, e um beneficiário pode vir a receber mais que o valor oferecido nesse momento emergencial que é de um salário-mínimo. Nesse momento, os únicos que terão direito a antecipação são os que estão na fila de espera de recebimento dos benefícios citados acima.

Quanto ao recebimento do auxílio emergencial, a caixa disponibilizou um aplicativo que foi lançado na terça, dia 7, e deve ser deve ser baixado unicamente por quem não tem cadastro no CadÚnico, MEI e contribuintes individuais do INSS. Quem não tem certeza se está registrado no Cadastro Único pode consultar por outro app “Meu Cadunico”. Basta informar o CPF para descobrir a situação de cadastro. A estimativa é que 15 a 20 milhões de pessoas tenham direito. Atenção para os aplicativos falsos.

O QUE É O CADÚNICO?

Para esclarecimento de muitos O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é o instrumento de identificação e caracterização socioeconômica das famílias de baixa renda para a seleção de beneficiários e a integração dessas pessoas a programas sociais governamentais. A definição está no Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007, que regulamentou o CadÚnico. (Com assessoria). 

 

Deixe seu Comentário

TV MS

15 de maio de 2020
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma