28 de junho de 2022
Campo Grande 28º 17º

ECONOMIA

Colômbia e Botsuana passam o Brasil no ranking mundial de competitividade

Brasil piorou em 2 dos 4 principais critérios analisados: desempenho econômico e eficiência de governo

A- A+

O Anuário Mundial de Competitividade, feito pelo IMD (sigla para Instituto Internacional de Desenvolvimento Gerencial), da Suíça, mostra que o pequeno país de Botsuana (na África Austral) e a Colômbia estão mais competitivos do que o Brasil. No ranking divulgado na terça-feira (14.jun.2022), o Brasil aparece na 59º lugar, tendo caído duas posições.  

O Brasil ainda, porém, está à frente de África do Sul, Mongólia, Argentina e Venezuela.

Nas primeiras colocações estão Dinamarca, Suíça, Cingapura e Suécia. A íntegra da pesquisa

Posição em 2022 País Mudança de posição em relação a 2021
1 Dinamarca 2
2 Suíça -1
3 Cingapura 2
4 Suécia -2
5 Hong Kong 2
6 Holanda -2
7 Taiwan 1
8 Finlândia 3
9 Noruega -3
10 EUA 0
11 Irlanda 2
12 Emirados Árabes Unidos -3
13 Luxemburgo -1
14 Canadá 0
15 Alemanha 0
16 Islândia 5
17 China -1
18 Catar -1
19 Austrália 3
20 Áustria -1
21 Bélgica 3
22 Estônia 4
23 Reino Unido -5
24 Arábia Saudita 8
25 Israel 2
26 República Checa 8
27 Coreia do Sul -4
28 França 1
29 Lituânia 1
30 Barein -
31 Nova Zelândia -11
32 Malásia -7
33 Tailândia -5
34 Japão -3
35 Letônia 3
36 Espanha 3
37 Índia 6
38 Eslovênia 2
39 Hungria 3
40 Chipre -7
41 Itália 0
42 Portugal -6
43 Cazaquistão -8
44 Indonésia -7
45 Chile -1
46 Croácia 13
47 Grécia -1
48 Filipinas 4
49 República Eslovaca 1
50 Polônia -3
51 Romênia -3
52 Turquia -1
53 Bulgária 0
54 Peru 4
55 México 0
56 Jordânia -7
57 Colômbia -1
58 Botsuana 3
59 Brasil -2
60 África do Sul 2
61 Mongólia -1
62 Argentina 1
63 Venezuela 1

Fonte: IMD

O IMD World Competitiveness Yearbook (WCY), publicado pela primeira vez em 1989, é um relatório anual abrangente e uma referência mundial sobre a competitividade dos países. Ele fornece benchmarking e tendências, bem como estatísticas e dados de pesquisas com base em extensa pesquisa. Ele analisa e classifica os países de acordo com a forma como gerenciam suas competências para alcançar a criação de valor a longo prazo.