25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

CAMPO GRANDE

Advogada acaba presa em flagrante ao furtar mais de R$ 800 em "compras"

Entre os itens furtados, haviam três peças de picanha e um colchão inflável

Advogada de 37 anos foi presa em flagrante, na tarde de ontem (21.maio), furtando produtos no Comper Jardim dos Estados, em Campo Grande. A mulher foi vista por um funcionário do estabelecimento camuflando produtos, entre os alimentos havia picanha e entre os objetos até um colchão inflável, que seriam levados sem o devido pagamento.  

Segundo o boletim de ocorrência, a suspeita estava no supermercado por volta das 13h, quando passou alguns alimentos no caixa, mas ocultou outros, cobrindo-os com panfletos promocionais. O relato no registro foi feito por um funcionário do local que flagrou a mulher coletando produtos nas prateleiras, de forma 'apressada e sem olhar os preços'.

O funcionário aguardou que ele passasse pelo caixa e concluísse as compras e averiguou que ela ocultou, da atendente, alguns produtos. Então, ele aguardou mais um pouco e a seguiu até o estacionamento, onde pediu para averiguar as compras dela. 

Na conferência do cupom fiscal, o funcionário listou R$ 817,33 em produtos que foram furtados. A mulher se ofereceu a pagar os itens, mas, por conta do alto valor e dos vários produtos, optou-se em registrar a ocorrência.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro. Por ser crime de menor potencial e com pena inferior a quatro anos, a fiança foi arbitrada pelo delegado, estipulada em R$ R$ 1.045,00, paga no local e a mulher foi liberada.

No boletim de ocorrência, não constam quais itens foram furtados. O delegado Antônio Souza Ribas Junior que registrou a ocorrência, disse ao Campo Grande News que, entre os produtos, haviam três peças de picanha e colchão inflável.

*Com informações do Campo Grande News.