02 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 23º

EM FALTA

Apenas 1 de 9 farmácias ainda tem máscaras e álcool em gel na Capital

Levantamento foi realizado nesta quinta-feira; lojas de artigos hospitalares é uma opção ao cidadão

A reportagem percorreu por ao menos 9 estabelecimentos farmaceuticos em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (12, março). Apenas 1 das 9 farmácias tinha máscaras e alcool em gel ainda nas prateleiras, as demais, disseram estar sem os produtos até mesmo no estoque. A preocupação atenuou-se na tarde de ontem, depois de um áudio circular no whatssap, em que uma personalidade da Capital disse que seu primo testou positivo para o coronavirus e que este estava com amigos em uma casa de show sertaneja no último final de semana, o medo da doença levou a uma corrida pelos produtos. 

O valor dos produtos não são muito acessíveis, na compra realizada pela reportagem foram gastos R$ 64 em um frasco de 420 gramas de álcool e um masso de máscaras cirúrgicas (50 máscaras). A grande maioria das farmácias na Avenida Afonso Pena, já tem os produtos.  

As casas de artigos hospitalares é uma saída ao cidadão, a Nova Saúde vende ao consumidor final máscaras e álcool em gel, por R$ 59,80 os dois produtos. A Nova Saúde fica localizada na Rua Vinte e Cinco de Dezembro, 967 – Centro. 

A Bem Estar Produtos Médicos é uma opção, mas disse já estar com estoque zerado dos produtos e não há previsão de reabastecimento.  

Na Loja de artigos hospitalares, Hospimedical Materiais Médicos Hospitalares, tem poucas unidades de máscaras, o estabelecimento informou que ainda possui a máscara de modelo adsl2 (unitária custa R$ 15) e o alcool álcool 400 gramas por R$ 25. A empresa fica na Rua Eduardo Santos Pereira, 11,  Centro. 

DOENÇA 

O coronavírus teve os primeiros casos na China, se espalhou pelo mundo e a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia da Covid-19 na quarta-feira (dia 11).

Covid-19 pode ser transmitido pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo (toque ou aperto de mão), contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Segundo o Ministério da Saúde, as medidas de prevenção incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos; evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; e cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.