28 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

Agricultores familiares

As centrais de comercialização dão dignidade aos agricultores familiares, afirma Verruck

Depois de equipar os produtores da agricultura familiar de Mato Grosso do Sul e reforçar as ações organizacionais por meio dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural (CMDRS) nos municípios, o Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), com recursos de emendas parlamentares e do próprio Estado na mesma proporção, deram início a construção das estruturas para comercialização dos produtos.

As centrais de comercialização, que oferecem estrutura para que os produtores possam ofertar seus produtos, com dignidade e segurança, se transformaram em alguns municípios num espaço para o lazer de toda a família.

As centrais trazem dignidade para os produtores

A parceria do Governo do Estado, com o deputado federal Vander Loubet, o ex-deputado federal Zeca do PT e as Prefeituras, garantiu a entrega, no último sábado (9) de mais uma unidade, desta vez em Batayporã, onde foi construída uma estrutura moderna, de 274,95 m², que conta com 16 boxes, pátio calçado, banheiros, e um ambiente protegido da chuva e incidência direta do sol.

Quando o município comemorava 56 anos, o prefeito Jorge Luiz Takahashi, autoridades e lideranças realizaram a entrega oficial da ‘Feira do Produtor’, que marca um novo tempo para os agricultores familiares de Batayporã.

Para o Secretário Jaime Verruck, as centrais fecham o ciclo de um compromisso assumido no início da gestão do governador Reinaldo Azambuja com a agricultura familiar no Estado. “Comprometidos com o desenvolvimento dessa atividade, trabalhamos para dar orientação, condições e para estruturar o produtor. Hoje ele tem assistência, equipamentos e maquinas e um local digno para vender sua produção. As centrais de comercialização dão dignidade aos agricultores familiares”, comentou.