05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

VIOLÊNCIA SEXUAL | SAMAMBAI (DF)

Áudio: "hamburgueria da PM" salva jovem estuprada pelo "amigo" em prisão domiciliar

Vítima foi ver o "amigo" no sábado (16.out) e desde então ele não permitia que ela saísse da casa

A- A+

Uma jovem de 19 anos ligou para a Polícia Militar, na segunda-feira (18.out.21), para denunciar que estava sob cárcere privado e sendo vítima de estupros, em Samambaia, no Distrito Federal. Para que o homem não percebesse, ela fingiu ligar para uma hamburgueria, e conseguiu passar o endereço do local (ouça acima).

De acordo com a PM, o suspeito, de 32 anos, estava cumprindo prisão domiciliar e foi detido em flagrante. A vítima relatou aos militares que ele era um amigo, mas após chegar na casa do homem, no sábado (16.out.21), foi impedida de ir embora e obrigada a manter relações sexuais.

A mulher discou para o 190, número de emergências da corporação. Enquanto conversava com o policial, era possível ouvir a voz de um homem ao fundo. Veja abaixo a transcrição do diálogo:

  • PM: Polícia Militar, emergência?
  • Vítima: Oi! É da hamburgueria?
  • PM: Acabei de te falar que é da Polícia Militar, senhora.
  • Vítima: Eu sei!
  • PM: A senhora mora onde?
  • Vítima: É 'na' Samambaia. [...]
  • PM: A senhora está com pressa no recebimento?
  • Vítima: Sim
  • PM: Muita fome?
  • Vítima: Sim.
  • PM: Vou pedir urgência no seu pedido.

OUÇA A ÍNTEGRA DO ÁUDIO ABAIXO: 

 

PRISÃO

Ainda segundo a PM, quando a equipe chegou no endereço informado, a jovem chorava bastante. O homem foi levado para a 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia), onde acabou autuado por estupro e cárcere privado.

De janeiro a setembro deste ano, o DF registrou ocorrências 407 de estupros. No mesmo período do ano passado, foram 462 casos.