30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Praça Sustentável

Com playground e academia, Prefeitura entrega Praça Sustentável para comunidade do Lar do Trabalhado

Pelo menos cinco mil pessoas que moram no Lar do Trabalhador e região já podem fazer uso do parque infantil e da academia intergeracional (ao ar livre), instalados pela Prefeitura Municipal de Campo Grande. Os equipamentos, entregues nesta terça-feira (17) pelo prefeito Marquinhos Trad e a vice-prefeita Adriane Lopes, foram instaladas em uma área localizada na Rua Pádua entre as ruas Jorge Nahas e Nicola Viticow, recuperada pelo Município para se transformar em uma Praça Sustentável.

IMG_6421 (Copy)

A falta de uso do espaço ao longo dos anos acabou gerando um problema de insegurança e de saúde pública para a população, que temia tanto os problemas gerados pelo acúmulo de lixo no terreno quanto à ocupação por pessoas suspeitas de fazer uso de álcool e drogas. O projeto da Praça sustentável, além de garantir a segurança da área, prevê a utilização de mecanismos sustentáveis, como o reaproveitamento de águas pluviais para irrigação do solo, que irá receber uma horta comunitária.

O projeto é uma realização da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), Secretaria Municipal da Assistência Social (SAS), Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais (Segov).

Ao entregar a Praça para os moradores, o prefeito voltou a defender que o não uso de um espaço público gera o mau uso. “A gente sabe que, por causa desse novo espaço, muitas pessoas vão sair das ruas para se divertir aqui e, o mais importante, vão ocupar esse espaço para fazer exercícios físicos. Muitos sairão daqui com a autoestima recuperada, outros sairão da depressão a partir do uso desses equipamentos. O não uso gera mau uso e é o que estava acontecendo aqui nesse terreno e causava preocupação para as famílias do bairro, que viam coisas ruins acontecerem aqui dentro”, ressaltou Marquinhos.

IMG_6550 (Copy)

Madrinha do projeto da Praça Sustentável, a vice-prefeita Adriane Lopes destacou a força da união da comunidade, que se torna parceira do poder público na busca de soluções para o bem coletivo. “Quem passava pelo bairro via um depósito de lixo nesse local, onde a comunidade tinha o hábito de descartar aqui tudo o que não usava mais em casa. Acontece que os moradores se uniram para reivindicar a mudança desse local e quando buscaram o nosso apoio, juntos, decidimos que a área poderia se transformar em um espaço sustentável de convivência integrado com crianças e idosos. Esse é um dos bairros mais antigos da cidade e a nossa gestão tem a alegria de entregar hoje esse local recuperado, que certamente vai transformar a vida de muitas famílias”.

IMG_6463 (Copy)

É essa transformação da comunidade que o serralheiro Rosinei da Costa, de 43 anos, espera ver no bairro. Morador há mais de 20 anos no Lar do Trabalhador, ele acredita que a Praça vai fazer com que as crianças saiam das ruas. “Nós temos que agradecer ao prefeito e a Adriane pelo espaço maravilhoso que foi criado aqui. O projeto foi muito feliz já que pensou no total aproveitamento do terreno. Agora as crianças poderão brincar em segurança. Antes aqui era só pedra, mato, não havia iluminação e a gente tinha medo até de passar aqui na frente”.

Parque infantil

O playground instalado na Praça Sustentável do Lar do Trabalhador contou com a parceria do Ministério Público do Trabalho e do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região. Este é o sexto equipamento instalado por meio do convênio da Prefeitura com as entidades. O objetivo é estimular o uso e ocupação do espaço público de modo saudável e seguro, afastando crianças e adolescentes do trabalho infantil e da marginalização, realizando ações de melhoria da qualidade de vida da população campo-grandense, com implantação de políticas de intervenção urbana de lazer.

IMG_6423 (Copy)

Firmada em julho de 2018, a parceria já instalou playgrounds nos bairros Vida Nova III, Jaques da Luz, Bom Retiro, Portal Caiobá e Jardim São Conrado. O convênio prevê a implantação de 40 equipamentos, que serão distribuídos nas regiões de maior vulnerabilidade social, afastando crianças e adolescentes do trabalho infantil e da marginalização por meio da recreação. O próximo bairro a receber o equipamento será o Dom Antônio.

O Procurador do Trabalho Hiran Meneghelli Filho destacou a importância dessa parceria no sentido de dar efetividade ao combate do trabalho infantil e, neste projeto, a prefeitura está contribuindo para esse objetivo. “Parabéns a prefeitura pela realização desse projeto, que na verdade é uma campanha contra o trabalho infantil, campanha do Ministério e da Justiça do Trabalho em parceria com a Prefeitura de Campo Grande. Aqui nesse espaço as crianças já estão brincando e é assim que elas vão aprender, vão melhorar sua habilidade motora, vão aprender a conviver com o outro, enfim, uma série de aprendizados que serão possíveis a partir desse parquinho”.

Ao agradecer ao apoio dos parceiros, o prefeito Marquinhos Trad reforçou que os resultados chegam mais rápido quando há o engajamento de entidades e da sociedade. “Esse projeto no Lar do Trabalhador é resultado de um trabalho coletivo e o meu desejo é de que o exemplo do Tribunal e Ministério do Trabalho seja seguido por outras instituições. É a primeira vez na história de Campo Grande que uma parceria assim acontece, porque aqui a gente não está pensando apenas em cimento, mas estamos preocupados com as pessoas e, neste sentido, buscando alternativas para cada vez mais ocupar os espaços públicos com equipamentos eficientes e eficazes”.

A cuidadora Roselice Ignes da Costam, moradora do bairro desde que nasceu, concorda com o prefeito. Para ela, mais do que receber prédios públicos, a população precisa de ações que envolvam todas as idades e que garantam a qualidade de vida das pessoas. “Entregar prédio não adianta, o que a gente precisa é de espaços como esta Praça aqui, que vai receber pessoas de todas as idades para lazer, esporte e encontros da comunidade. Aqui não tem apenas uma parquinho e aparelho de academia, mas ferramentas para garantir a saúde física e emocional para as famílias”.

Academia Intergeracional

Campo Grande vive um terceiro momento das academias instaladas nesta modalidade. Há um tempo eram conhecidas como Academia para a Terceira Idade, depois Academia Ao Ar Livre – apenas para uma faixa etária -, e agora a academia é intergeracional, com espaço para toda a família.  “Aqui nesta praça, os espaços são integrados onde têm equipamentos e atividades para idosos, adultos, jovens, além de parquinho para crianças. Toda a família pode se exercitar em um mesmo espaço”, explica o diretor-presidente da Funesp Rodrigo Terra. Ele anunciou que há está em andamento um projeto para instalação de academia intergeracional inclusiva, voltada para pessoas com deficiência.IMG_6419 (Copy)

Apenas neste ano já foram entregues 11 academias na modalidade. Para o ano de 2020 estão previstas a instalação de mais 27 unidades.

As academias contam com equipamentos como alongador, esqui duplo, multi exercitador, pressão de pernas duplo, remada sentada, rotação diagonal, rotação vertical, simulador de caminhada, simulador de cavalgada, surf duplo, além da placa orientativa.

A solenidade de entrega da Praça Sustentável do Lar do Trabalhador contou com a presença do chefe de Gabinete do Prefeito, Alex Gonçalves; dos secretários Antônio Cezár Lacerda (Segov), José Mário Antunes (SAS), da subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini; da diretora executiva de planejamento e gestão estratégica da Prefeitura de Campo Grande, Catiana Sabadin; além de lideranças do bairro e da comunidade.