22 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 18º

Polícia

Corpo encontrado em tambor na fronteira teria sido esquartejado e queimado

Apenas as mãos da vítima estavam intactas

O corpo encontrado na manhã desta quinta-feira (5) dentro de um tambor de 50 litros em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, teria sido esquartejado e queimado. A polícia aguarda exames para identificar a vítima e investiga se trata-se do adolescente de 14 anos que está desaparecido desde 23 de novembro.

Conforme as primeiras informações da polícia, o corpo estava dentro do tambor azul, de capacidade para 50 litros. Aparentemente a vítima teria sido esquartejada e queimada e apenas as mãos estavam intactas. Perícia e Polícia Civil foram até o local, que fica nas margens da BR-463, no rodoanel de Ponta Porã.

Segundo a polícia, ainda são aguardados exames para identificação da vítima. Há suspeita de que se trate do adolescente de 14 anos, desaparecido desde o dia 23 de novembro. Conforme apurado pelo Midiamax, o jovem teria se envolvido em uma briga na escola com outro aluno, que seria sobrinho de um membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Após a briga, o adolescente foi sequestrado, levado em uma camionete. Desde então ele está desaparecido e há suspeita de que tenha sido vítima de um tribunal do crime, mesmo não tendo envolvimento com facção. O caso é investigado pelas policias brasileira e paraguaia.

O achado de cadáver é investigado pela 2ª Delegacia de Ponta Porã e também pelo SIG (Setor de Investigações Gerais).