27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

INVESTIGAÇÃO

CPI da Energisa tem sessão nesta terça-feira na Assembleia Legislativa

O pedido para contratar perícia técnica credenciada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) foi entregue à Mesa Diretora da Casa de Leis

A CPI da Energisa tem reunião marcada nesta terça-feira (3), para dar encaminhamento às novas intervenções da investigação que apura denúncias e reclamações sobre altos preços praticados na conta de energia elétrica em Mato Grosso do Sul. Os trabalhos, presididos pelo deputado estadual Felipe Orro, começam a partir das 14h, no Plenarinho Dep. Nelito Câmara, da Assembleia Legislativa.

“Esta luta é árdua, difícil e precisamos do apoio integral de toda população do Estado. Contamos com a presença dos consumidores que se sentirem lesados de alguma forma nas reuniões da Comissão”, conclama Felipe Orro.

Desde novembro quando foi instaurada a CPI, foram apresentados dezenas de requerimentos solicitando vasta informação e uma testemunha, o tecnólogo em eletrotécnica industrial que emitiu parecer técnico embasando o fato determinado da CPI, foi ouvida no processo de investigação.

Outras providências já foram tomadas, incluindo apresentação do orçamento no valor de R$ 20 mil para a aferição dos ensaios de desempenho de medidores de energia por amostra para identificar possíveis falhas na medição feita pela concessionária Energisa.

O pedido para contratar perícia técnica credenciada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) foi entregue à Mesa Diretora da Casa de Leis com base no orçamento citado e aguarda apreciação para liberação da perícia em 200 relógios medidores do consumo de energia na Capital.

SERVIÇO

Qualquer cidadão pode fazer denúncias, sugestões ou reclamações à CPI da Energisa, através do telefone (67) 3389-6509, ou no e-mail cpidaenergisa@al.ms.gov.br. O sigilo é garantido caso o denunciante solicitar.