30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

Barreiras sanitárias

Diretoria da Iagro supervisiona trabalho das equipes nas barreiras sanitárias de MS

Fiscais da Iagro (Agência Estadual de Vigilância Sanitária Animal e Vegetal), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), fazem parte do grupo que trabalha na abordagem de veículos e caminhões que entraram em Mato Grosso do Sul vindos de outras regiões do país.

O trabalho realizado nas 17 barreiras de controle sanitário implantadas em Mato Grosso do Sul no inicio do mês – que funcionam como sentinela, para monitorar e prevenir a circulação interna do coronavírus – foi supervisionado pelo diretor-presidente da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) Daniel Ingold, e o coronel do Corpo de Bombeiros Militar Hugo Djan, presidente da Comissão de Controle Sanitário (CCS-MS).

No último dia 08, Daniel Ingold e o coronel Djan estiveram em Corumbá – onde foram recebidos os repatriados – e nas barreiras montadas em Sonora, Costa Rica, Chapadão do Sul, Cassilândia e Três Lagoas. No dia 16 foram conferidas as barreiras de Mundo Novo, Naviraí, Anaurilândia, Brasilândia, Bataguassu e novamente Três Lagoas.

Nesta sexta-feira (24) as últimas três barreiras – nos municípios de Paranaíba, Aparecida do Taboado e Selvíria – recebem representantes da Diretoria da Iagro para supervisão dos trabalhos.

O acompanhamento das atividades em cada uma das barreiras se deu, segundo Ingold, para observar o que pode ser melhorado no trabalho que vem sendo realizado e oferecer respaldo para a equipe de campo. “Ficamos extremamente satisfeitos. A equipe vem fazendo um trabalho nobre, defendendo não só quem entra no Estado mas todas as famílias do nosso Mato Grosso do Sul. O momento que passamos requer que estejamos unidos e empenhados, tal qual nossa equipe vem fazendo, assim como outros setores do Governo do Estado, que luta diariamente para conter a disseminação do coronavírus”, completou.

Além das barreiras nas vias que são rota de entrada de pessoas e mercadorias em Mato Grosso do Sul, os fiscais da Iagro também estão atuando no controle sanitário na Ceasa/MS (Central de Abastecimento de Mato Grosso do Sul), que assim como o Posto de Guia Lopes da Laguna, funcionam como sentinela, pois monitoram a circulação interna.

A Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS), criada pelo Governo do Estado para o enfrentamento da pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul, é vinculada à Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica) e composta pela Casa Militar; Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública); SES (Secretaria de Estado de Saúde (SES); Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda); Iagro e Semagro.

“O trabalho dos fiscais da Iagro tem por objetivo o monitoramento e a prevenção do coronavírus, sem prejuízo à circulação de produtos que entram e saem de nosso Estado e ao abastecimento da população”, comenta o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Segundo boletim da Comissão de Controle Sanitário, ao completar quase 30 dias de ação, 259.817 pessoas já foram abordadas nas barreiras sanitárias, 129.486 meios de transporte foram abordados, incluindo 39 aeronaves e 56 pessoas foram orientadas a procurar uma unidade de saúde.

Veja abaixo os locais das barreiras implantadas pelo Governo do Estado:

I – Posto Fiscal Ilha Grande, no Município de Mundo Novo;

II – Posto Fiscal XV de Novembro, no Município de Bataguassu;

III – Posto Fiscal Jupiá, no Município de Três Lagoas;

IV – Posto Fiscal Itamarati, no Município de Aparecida do Taboado;

V – Posto Fiscal João André, no Município de Brasilândia;

VI – Posto Fiscal Ofaié, no Município de Anaurilândia;

VII – Posto Fiscal Foz do Amambai – Porto Camargo, no Município de Naviraí;

VIII – Posto fiscal Selvíria, no Município de Selvíria;

IX – Posto Fiscal Alencastro, no Município de Paranaíba;

X – Base de Fiscalização Móvel Aporé, no Município de Cassilândia;

XI – Base de Fiscalização Móvel Campo Bom, no Município de Chapadão do Sul;

XII – Posto Fiscal de Sonora, no Município de Sonora;

XIII – Base de Fiscalização Móvel, no Município de Costa Rica.